Translate

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Felipe emagrece, se anima, mas rodízio tira goleiro da suplência


Ex-dono da posição fica fora da relação final diante da Portuguesa. Com chegada de Dorival, goleiro tenta recuperar espaço
Com a demissão de Joel Santana na última segunda-feira, Felipe renovou seu ânimo para brigar pela vaga de titular. O goleiro, que tem apurado a forma física, emagreceu e conseguiu reduzir o percentual de gordura. Ele dormiu na concentração do time para o jogo contra a Portuguesa, passou a sonhar com dias melhores, mas na realidade ficou fora da relação final, e não foi para o banco nesta quinta-feira à noite, no Engenhão. A explicação foi o rodízio realizado entre os goleiros reservas. Como não viajou para Belo Horizonte na partida com o Cruzeiro – alegou dores no joelho esquerdo – ele perdeu a vez para Marcelo Carné, que já seria o suplente de Paulo Victor diante da Lusa (assista no vídeo aos melhores momentos do empate por 0 a 0), e ganhou também oportunidade contra os mineiros pela ausência de Felipe.

Desde que foi contratado no fim da temporada de 2010, Felipe era titular inquestionável. Vanderlei Luxemburgo foi o maior incentivador na negociação com o goleiro, que chegava para ocupar o lugar deixado por Bruno.


Em 2011, Felipe foi um dos destaques do time, especialmente na conquista do Campeonato Carioca, quando teve participação decisiva na disputa de pênaltis. No Brasileirão, também teve desempenho importante e ajudou o time a chegar à Libertadores. Um novo ano começou, Felipe acabou mantido por Luxemburgo como titular e continuou depois da chegada de Joel. Em maio, foi diagnosticado com dengue e ficou fora da equipe até se recuperar.

No retorno, Felipe amargou a reserva. Paulo Victor teve boas atuações e agarrou a vaga. O titular estava pronto para voltar, mas Joel julgou que não seria justo tirar Paulo Victor. Mesmo insatisfeito com a situação, o goleiro seguiu à espera de uma nova oportunidade e vinha cumprindo a programação de treinos, até sofrer entorse no joelho esquerdo durante rachão no sábado.

Titular novamente contra a Portuguesa, Paulo Victor afirmou que com a sequência de três jogos sem vitória – duas derrotas e um empate – o time precisa mudar a postura.

- O momento é delicado, e só a gente para mudar. Temos que nos empenhar um pouco mais, entrar em campo com mais vontade e tenho certeza que os resultados virão naturalmente – disse o goleiro.

fonte globo.com
Postar um comentário