Translate

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Na mira do Flamengo, Riquelme pode acabar na 2ª divisão argentina








A possibilidade de que o meia Juan Román Riquelme deixe o Boca Juniors para atuar na segunda divisão do futebol argentino pelo Rosário Central ganhou força nas últimas horas, o que pode frustrar os planos do Flamengo de contar com o jogador.

"Essa possibilidade existe, é concreta, entre 70% e 80%", afirmou a uma emissora de rádio da cidade de Rosário o ex-atacante da seleção argentina Marcelo Delgado, amigo de Riquelme.



Após a perda da final da Taça Libertadores para o Corinthians, o meia anunciou que deixaria o Boca Juniors, embora não tenha comparecido à sede do clube para rescindir seu contrato, e com isso será convocado para treinar com a equipe até que sua situação seja resolvida.

Com o objetivo de voltar à primeira divisão, o Rosário Central resolveu investir pesado e contratou o técnico Miguel Ángel Russo (campeão da Taça Libertadores em 2007 com o Boca Juniors), um dos poucos treinadores que teve uma boa relação com Riquelme.

"Entre as equipes parece que há um acordo, portanto a possibilidade existe", disse Marcelo Delgado à rádio "Rosario Deportes".

"Ele não tem problemas em ir para o Rosário Central. Está definindo algumas coisas. Tem uma grande relação com Miguel Russo e tudo pode acontecer. Falei há poucos minutos com ele, e está discutindo o assunto com seu agente", contou, acrescentando que Riquelme disse a ele ter o desejo de "jogar por mais um ou dois anos".

Por outro lado, fontes do Boca Juniors afirmaram que a saída de Riquelme depende do resultado de "negociações" relacionadas com uma dívida de mais de US$ 1 milhão que o clube tem com o jogador.

Além de Rosário Central e Flamengo, outra equipe interessada em Riquelme seria o Villarreal, clube defendido pelo meia entre 2003 e 2007. Em declarações ao jornal espanhol Marca no início do ano, o jogador manifestou vontade de retornar ao futebol espanhol nesta temporada.

fonte uol.com
Postar um comentário