Translate

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Dia de decisão para Adriano no Fla: ‘Chegou o momento final’, diz Zinho


Imperador passa por exame nesta segunda e pode ser integrado ao elenco na terça. Dirigente acredita que em até 15 dias jogador atinja peso ideal


Por Janir JúniorRio de Janeiro

A camisa 10 do Flamengo está separada. Basta provar que é capaz de merecê-la de volta. Nesta segunda-feira, Adriano será examinado pelo médico José Luiz Runco na cirurgia feita no tendão de Aquiles do pé esquerdo. Se estiver bem, o próximo passo está marcado para esta terça, quando deve ser reintegrado ao grupo, mesmo ainda sem contrato assinado. Pode ser o começo de uma nova fase da história do Imperador no seu clube de coração.

- Nome, currículo e história, sem dúvida ele tem (para usar a 10). Chegou o momento final, de uma definição se ele veste a camisa 10 ou não - afirmou Zinho, diretor de futebol.

A camisa 10 do Flamengo não é usada há quase três meses, desde a saída de Ronaldinho Gaúcho. Quando acertou seu retorno ao Rubro-Negro, em 2009, Adriano teve sua numeração escolhida por votação popular. Deu 9 na preferência do povo. No fim, o atacante deixou de lado o clamor e pediu a 10, com a justificativa de que seu ídolo desde moleque, Zico, a vestira.
Em 2009, uma votação popular apontou que Adriano deveria vestir o número 9. Usando o ídolo Zico como justificativa, o atacante pediu a camisa 10 e foi artilheiro do Brasileirão no título nacional (Foto: Agência Globo)

Depois da separação em 2010, Adriano e Flamengo reataram. O clube abriu as portas para ele se recuperar, deu carinho e faz sua última aposta no jogador que marcava gols na mesma proporção em que arrumava problemas. E a caminhada para o retorno é difícil.

O jogador não disputa uma partida desde o dia 4 de março, quando participou de 68 minutos na derrota do Corinthians por 1 a 0 para o Santos, pelo Campeonato Paulista. Em sua passagem de quase um ano pelo Timão (chegou no fim de março de 2011), marcou apenas dois gols em oito jogos - sete oficiais e um amistoso contra o Flamengo.

Há tempos, Adriano deixou de ser Imperador em campo e passou a ter muitos problemas fora dos gramados. Mas a confiança do Flamengo em recuperar o atacante, conhecido pelo potente chute de perna esquerda, está em alta.

- Ele mostrou muita vontade, disposição, disse que vai mostrar que quem não acredita no Adriano está enganado, que é possível dar a volta por cima, se superar e voltar a dar alegrias para o Flamengo. Até o assunto seleção brasileira veio à tona - afirmou o vice de futebol Paulo César Coutinho, depois da reunião de sábado com o jogador.
Adriano teve reunião com diretoria no sábado
(Foto: Janir Júnior / Globoesporte.com)

Segundo o dirigente, até mesmo o peso - Adriano está acima do ideal - parece não ser problema.

- As pessoas estavam dizendo que ele estava muito acima do peso, mas parece estar só um pouco, coisa que recupera rápido, em uma ou duas semanas - completou Coutinho.

O técnico Dorival Júnior deixou claro depois da vitória sobre o Vasco, nesse domingo, o seu desejo de contar com Adriano no elenco para o segundo turno do Brasileirão.

- Sempre será bem-vindo, tem uma história dentro do clube, respeito muito. Espero que, caso aconteça, ele se enquadre em tudo que nós queremos profissionalmente e que seja muito feliz novamente.

Em reunião no dia 20 de junho, foi projetado que no dia 1º de agosto poderia acontecer uma decisão sobre o retorno - ou não - de Adriano. Mas o tempo foi estendido até a reunião de sábado. Nesta segunda-feira, ele será examinado por José Luiz Runco, mas o médico acredita que não haverá problema para a liberação do atacante.

Em 2009, Adriano voltou ao Flamengo depois de ter deixado o clube em 2001, sem deixar muitas saudades na torcida. No retorno, foi artilheiro do Brasileirão com 19 gols e teve participação efetiva na conquista do título nacional. Mas tudo isso com um currículo de faltas e apresentações nem sempre nas melhores condições para treinar.

A última chance está prestes a ser dada. Resta saber se Adriano será merecedor de ser coroado pela torcida com o grito que certamente virá das arquibancadas quando ele pisar no gramado com a 10 do Flamengo: “O Imperador voltou".

fonte globoesportesiga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário