Translate

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Fim do jejum: Love marca, Fla volta a vencer e afunda ainda mais o Figueira


Depois de oito jogos, atacante faz dois gols da vitória e quebra sequência de quatro tropeços do Rubro-Negro. Time do Sul segue na lanterna

Foi uma vitória para acabar com jejum. Com dois gols de Vagner Love, o Flamengo venceu o Figueirense por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, em Florianópolis. O Artilheiro do Amor encerrou uma série de oito jogos sem balançar a rede. O Rubro-Negro, que vinha de sequência de quatro partidas sem vencer, voltou a somar três pontos, chegou a 19, e ocupa a 10ª colocação. O Figueira amargou sua sétima derrota consecutiva, e segue na lanterna do Brasileirão, com oito pontos.

No sábado, o Flamengo pega o Náutico, em Volta Redonda. No mesmo dia, o Figueirense vai a Recife enfrentar o Sport.

Fla melhor e expulsões no primeiro tempo


Dorival Júnior promoveu a estreia de Cáceres e Thiago Medeiros, que até então só disputara um amistoso. Felipe voltou ao gol na vaga de Paulo Victor. Depois de 10 dias de treinos, o Flamengo começou o jogo diante do Figueirense orientado a compactar os setores, forçar a marcação no campo do adversário e usar bem as laterais do campo.

Vagner Love saía da área para buscar jogo, Thomás caía mais pelo lado esquerdo de ataque para dar apoio a Ramon, e Negueba recuava para tentar ajudar na ligação do meio-campo com ataque. O estreante Cáceres começou bem, firme na marcação e bem nas saídas de bola. Aos poucos, o time conseguiu dar velocidade à troca de passes, explorou bem as laterais, mas sentiu, novamente, a falta de um homem de criação.

Postado na zaga para sair no contra-ataque, o Figueirense apostou nos chutes de fora da área. O primeiro deles, com Claudinei, passou sobre o travessão. Em outro lance, Felipe fez boa defesa.
Love sobe para marcar de cabeça o seu primeiro gol no jogo (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)

Aos 34 minutos, Anderson Conceição, que já tinha cartão amarelo, foi expulso ao fazer falta em Vágner Love. O Flamengo encontrou mais espaços e ampliou o domínio que tinha na partida. Negueba protagonizou alguns lances de efeito, com bons passes, movimentação e jogada individual que quase termina em gol. Luiz Antonio cobrou falta, a bola desviou na zaga e bateu na trave. Love desperdiçou boa chance dentro da área.

O Rubro-Negro rondava à área adversária, mas quase provou do veneno do futebol. Como não fez, o time de Dorival quase levou o gol. Em rápido contra-ataque, Loco Abreu rolou para Ronny que, dentro da área e livre de marcação, chutou torto.

Thiago Medeiros deixou o campo lesionado. Mesmo com Marllon no banco de reservas, Dorival optou por colocar Muralha, recuando Cáceres para fazer a função de zagueiro. No fim do primeiro tempo, Léo Moura foi imprudente ao tentar parar Ronny com um carrinho. Mesmo sem ter amarelo, ele foi expulso pelo árbitro Leandro Vuaden.

Love encerra jejum e faz gols da vitória


O segundo tempo começou com o Flamengo próximo à área adversária, mas sem conseguir finalizar. Hélio dos Anjos tirou Ronny para colocar Julio Cesar, e foi chamado de "burro" pela torcida. Dorival teve melhor sorte ao sacar Thomás para colocar Adryan. Foi dele a cobrança de escanteio que terminou no gol de cabeça de Love.

Precisando da vitória, o Figueirense buscava o ataque, mesmo que de forma desordenada. Ibson entrou na vaga de Negueba. O camisa 7 completou seu jogo de número 200, e quase fez o segundo em finalização de longe.

Loco Abreu acertou a trave de Felipe. O Figueirense passou a pressionar o Flamengo. O goleiro rubro-negro apareceu bem em, pelo menos, duas oportunidades. O time de Dorival passou a se defender, saindo nos contra-ataques.

Mas voltou a brilhar a estrela de Love, que ganhou uma jogada na raça, partiu com a bola dominada e, de frente para o goleiro, selou de vez as pazes com o gol.

Antes do fim, provocado pela torcida rubro-negra presente ao Orlando Scarpelli, Loco Abreu exibiu uma camisa que usava por baixo do uniforme, e beijou o escudo do Botafogo.

fontegloboesporte
Postar um comentário