Translate

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Neto " Me acham muito chato,pois cobro muito, sempre quero o algo a mais dos atletas"



Se na ultima temporada no Joinville, o técnico José Neto comandou uma equipe aguerrida em quadra e muito determinada taticamente, o técnico agora no rubro-negro carioca mostra que isso é uma filosofia que ele gosta de trabalhar e que por exigir demais dos atletas, segundo o próprio Neto, acaba por ser rotulado por chato por alguns que acompanham o basquete mais de perto e o técnico faz questão de ressaltar a postura de dois jogadores nesta sua ultima passagem em Joinville , Shilton e o norte-americano Kojo, ambos que serão treinados por ele novamente no Flamengo.


“Muita gente me acha muito chato. Eu cobro muito, sempre quero que os jogadores façam o algo a mais. Pra mim o treino tem que ser forte, pois você treina como você vai jogar, você tem que jogar como treina e o treino pra mim é muito importante. Foram dois jogadores que pra mim foram exemplo na temporada no Joinville, pela sua postura, atitude. E pra mim estava claro, pra onde eu fosse , eu iria levar esses jogadores, pois contribuem muito com o grupo e com aquilo que eu tenho planejado para uma equipe. Eles se cobram muito e isso vai ajudando o desenvolvimento da equipe”





E Neto faz questão de ressaltar a importância de trabalhar com os jogadores formados na base, ou seja, os jovens talentos do basquete brasileiro. E vem a lembrança dos momentos que ele teve com o jovem ala Luís Otavio Chupeta na seleção brasileira de base. Chupeta que integrará o elenco rubro-negro nesta temporada.


“Eu vejo que nesta posição do Luís Otavio, tem alguns jogadores que ainda estão a um passo a frente, com uma experiência muito grande. Mas essa garotada da base pode ter certeza que eles vão trabalhar com a gente, pois é uma conquista deles do dia a dia. Se eles não tiverem uma mínima oportunidade não vão conseguir virar grandes jogadores. Eu gosto muito de trabalhar com jogadores da base, eu gosto de trabalhar muito com jogadores que estão aparecendo pro basquete brasileiro. Temos uma temporada longa e espero que eles se sintam importantes pro time e confiantes com essa torcida”



E pelo calendário rubro-negro nesse inicio de temporada,o final de 2012 reserva a disputa da Liga Sul-Americana e o treinador rubro-negro admite que a competição é um dos focos do Flamengo nesta temporada ainda mais pela vaga que ela proporciona a Liga das Américas, na qual a competição nesta temporada terá um dos prêmios a vaga no primeiro mundial interclubes.


” Todas as competições que o Flamengo disputar, iremos buscar o titulo. Podemos ter o foco e visando as melhores colocações nestas duas competições e vamos periodizando muito bem e queremos dar o melhor nas competições. E isso é possível. E eu quero um bom resultado na Liga Sul-Americana, chegar a Liga das Américas e conquistar a vaga no primeiro mundial interclubes e a vaga na Liga das Américas vai dar essa oportunidade e não vamos deixar isso passar não”



fonte garrafaorubronegro


siga-nos pelo twitter @urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário