Translate

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Poucas mudanças e muito trabalho: Dorival quer Fla regular no Brasileiro


Preocupado com altos e baixos da equipe, técnico afirma que evitará modificações entre titulares durante período de transição
Contratado há menos de um mês, Dorival Júnior assumiu o Flamengo em uma situação complicada no Campeonato Brasileiro. Com a derrota por 1 a 0 para o Palmeiras nessa quarta-feira, na Arena Barueri, o técnico acumula duas vitórias, duas derrotas e um empate. Preocupado em aumentar a regularidade da equipe na competição, Dorival deixou claro: quer evitar ao máximo mudanças entre os titulares, a fim de evitar que o time oscile como atualmente.
- É um fato normal que a equipe esteja assim. É um processo de transição, e, quanto menos trocas fizermos, vai ser melhor. Felizmente estaremos recebendo novamente o Cáceres e o González para domingo, vão ser importantes. É demorado para achar as peças, estamos apanhando um pouco, mas é o momento para trabalhar – avaliou, em entrevista coletiva após a partida.
Sem Cáceres e González, convocados para as seleções do Paraguai e do Chile, respectivamente, o técnico do Flamengo teve de escalar Ibson no meio-campo, adaptando Luiz Antonio em posição mais defensiva, e Marllon na zaga. Enquanto o meia foi expulso ainda no primeiro tempo, o defensor recebeu o terceiro amarelo: ambos estão descartados para o clássico contra o Vasco, no próximo domingo, às 18h30m, no Engenhão.
Poucas mudanças e muito trabalho: Dorival quer Fla regular no Brasileiro
O fato de o Brasileirão já se encontrar na 17ª rodada preocupa Dorival. Embora tenha destacado a melhora na equipe nas vitórias sobre Náutico e Figueirense e a postura aguerrida do time contra o Palmeiras, apesar da desvantagem numérica, o treinador crê que não há mais tempo para errar – principalmente nos próximos confrontos, diante de Vasco e Botafogo.
- Nenhuma derrota é bem-vinda. Tivemos esse resultado perdendo um jogador, expulso, foi algo que penalizou a equipe, e ainda assim houve superação. Mas são erros que não podemos cometer. Tivemos dois bons resultados, uma melhora em todos os aspectos, e estamos no caminho, mas perder é sempre ruim – completou.
Tenso desde os minutos iniciais, o jogo contra o Palmeiras trouxe à tona um problema do Flamengo no Brasileirão: essa já é a terceira partida em que a equipe perde um jogador expulso no primeiro tempo. Em Barueri, foram cinco cartões amarelos e um vermelho distribuídos entre os rubro-negros pelo árbitro Célio Amorim, cuja atuação foi bastante criticada por Dorival.
Fonte: Globo Esporte.com

siga-nos pelo twitter @urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário