Translate

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

segundo o jornal lance Flamengo procurou Ronaldinho para acordo, mas proposta foi rechaçada

Contato aconteceu há 15 dias e valor da pedida do jogador não foi revelado. Já pendência entre clube e Traffic ficará para 2013



Antes do reencontro com Ronaldinho dentro de campo, que aconteceria sábado - mas será adiado -, o Flamengo acenou com uma reaproximação com o jogador fora das quatro linhas, mas refugou à primeira tentativa de acordo desde a saída do atacante do clube, no dia 31 de maio.


Há 15 dias, o departamento jurídico rubro-negro entrou em contato com a advogada de Ronaldinho, Gislaine Nunes, e propôs uma solução para o impasse antes da audiência que está marcada para o dia 8 de novembro.

Depois da ligação, a advogada conversou com Assis e avisou sobre o desejo de conciliação por parte do Rubro-Negro. O empresário e irmão do atacante, então, formalizou uma proposta. Ciente do valor pretendido por Ronaldinho e seu staff, o Flamengo, entretanto, rechaçou a possibilidade.


A informação foi confirmada ao LANCENET! pela advogada de Ronaldinho, que não revelou o montante pedido por Assis.


– É um valor menor do que o da ação, mas não posso falar por sigilo. Abri uma negociação com esse valor que Assis passou, mas o Flamengo descartou. Não esperávamos que já fossem nos procurar na tentativa por um acordo – explicou Gislaine Nunes.


O LNET! tentou falar com Rafael de Piro, vice jurídico do Flamengo e que está à frente do caso, mas por razões particulares ele se encontra ausente do clube nesta semana.


Outros escritórios foram contratados pelo Flamengo para cuidar do caso. Antes de tentar o acordo, por orientação da defesa, o clube havia apenas tentado cassar a liminar que permitiu Ronaldinho acertar com o Atlético-MG depois de usar a Justiça para deixar o Rubro-Negro.


No dia 6 de junho, entretanto, o juiz Alexandre Armando Cunce de Menezes, da 9ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, indeferiu o pedido. Na época, os envolvidos no caso cogitaram cassar a liminar na segunda instância, mas a medida acabou não acontecendo.

A ação movida pelo jogador é no valor de R$ 40.177.140,00 referentes a 12 meses de previdência, fundo de garantia e mais cinco meses de salários que dizem respeito aos direitos de imagem não pagos pelo Flamengo.
O clube, porém, alega que deve apenas os R$ 5 milhões relativos à imagem.

Traffic: assunto fica para 2013

A Traffic só vai retomar o assunto da parceria com Flamengo por Ronaldinho no ano que vem. A empresa considera que este não é o momento político para tratar do assunto. Ainda em busca de uma negociação amigável após o rompimento do parceria, a empresa avalia que é melhor esperar a escolha da nova gestão do Fla.

A última reunião entre as partes foi há cerca de três meses, quando ficou combinado que a Traffic apresentaria uma proposta de negócio em que as partes levantassem aquilo que foi considerado como prejuízo. A Traffic não foi arrolada no processo que Ronaldinho move contra o Flamengo por nenhuma das partes.

Em janeiro, o clube assumiu uma dívida de R$ 3,75 milhões da Traffic, que deixou de pagar Ronaldinho durante cinco meses.

Fonte: Lancenet
Postar um comentário