Translate

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Léo Moura cobra reação até dos garotos: ‘Tem que doer neles também’


Capitão, lateral diz que derrota para o Inter deixou o grupo envergonhado


Por Richard SouzaRio de Janeiro


Capitão, Léo diz que jogadores se envergonharam
com derrota (Foto: Mauricio Val / Vipcomm)

Capitão, 33 anos, e 400 partidas disputadas pelo Flamengo. Coube a Léo Moura tentar dar novas explicações sobre a derrota do time para o Inter, domingo, pela 21ª rodada do Brasileirão. O lateral-direito reconheceu que a equipe não rendeu e disse que os jogadores deixaram o gramado do Beira-Rio envergonhados com o placar de 4 a 1 imposto pelo Colorado. Como um dos mais experientes do grupo, o camisa 2 exige recuperação imediata de todos, inclusive dos mais jovens.

- Temos que criar essa responsabilidade neles também, eles têm capacidade para estar aqui, vão amadurecendo. Não é porque são meninos que a gente não vai cobrar. A responsabilidade é do grupo, dos mais jovens com os experientes. Se o time perdeu, tem que doer neles também. No momento que entrar em campo, tem de esquecer que já foi júnior, que é menino, e lembrar que ali é profissional.

Do atual time titular rubro-negro, o volante Luiz Antonio (21 anos), e os atacantes Thomás (19) e Negueba (20) são os mais jovens. Os dois últimos têm sido muito cobrados pela falta de força ofensiva. Titulares desde o jogo contra o Figueirense, na 13ª rodada, eles ainda não fizeram gols. Ambos têm apenas uma assistência na competição. Apesar das críticas e da falta de paciência dos torcedores, o técnico Dorival Júnior deve mantê-los na próxima partida. Nesta quarta-feira, o Flamengo enfrenta a Ponte Preta, em Volta Redonda.

- Contra o Inter não foi o dia de ninguém, jogamos muito abaixo do que estávamos apresentando, cada jogador saiu um pouco envergonhado. A gente precisa vencer, voltar a vencer, a gente vai jogar em Volta Redonda, lá contamos sempre com apoio da torcida. Num campeonato difícil como o Brasileiro não podemos entrar do jeito que entramos. A gente precisa conversar para acertar os erros – disse Léo Moura.

No meio da tabela, Flamengo e Ponte Preta são adversários diretos, ambos com 27 pontos. A Macaca está em 11º, uma posição à frente do Rubro-Negro.

- Vamos jogo a jogo, temos de ter a humildade de ir degrau por degrau. Temos de ser realistas, temos time para chegar, mas temos de ter humildade para reconhecer que com esses erros não vamos conseguir chegar. Contra a Ponte Preta é um jogo de seis pontos, depois vamos jogar contra o Coritiba, fora de casa (sábado). Com exceção de Atlético-MG e Fluminense, que estão lá em cima, com duas vitórias já dá para dar uma encostada nos times de cima – afirmou o camisa 2.

fonte linksiga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário