Translate

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Dorival 'ignora' medalhões em reta final e expõe má fase de Ibson e Léo Moura no Fla

Pedro Ivo Almeida
Do UOL, no Rio de Janeiro

Após quase dez dias de preparação para a partida da próxima quarta-feira, Dorival Júnior barrou Léo Moura do time do Flamengo, manteve Ibson fora da equipe e sinalizou alterações importantes para os próximos jogos. O treinador rubro-negro ignorou os medalhões justamente na reta final do Brasileiro e expôs a má fase de dois dos principais jogadores do elenco após seguidas atuações abaixo da média.

E por mais que pareça uma decisão corriqueira, de barrar dois titulares, a posição de Dorival causa surpresa no Flamengo. Mesmo diante de críticas e questionamentos da torcida, Ibson e Léo Moura vinham se mantendo no time com outros treinadores. Desta vez, no entanto, ambos foram preteridos e receberam um "recado" de que o status de intocável já é coisa do passado.

 E as inúmeras mudanças não chegam a ser novidade. Da equipe que "recebeu" das mãos de Joel Santana, o atual técnico do Flamengo fez alterações em todos os setores. Com exceção do zagueiro Marcos Gonzáles, do lateral Ramon e do atacante Vagner Love, todos os outros titulares foram barrados em algum momento.Sem tocar em nomes, Dorival confirma que essa condição não existe em sua equipe. "Vamos trocar sempre, independente do atleta. Temos que procurar o melhor para o time. Não tem essa se A, B ou C. Às vezes, é melhor que um jogador saia, se esforce, aprimore algumas coisas e volte melhor lá na frente. Vou fazer isso sempre", explicou o treinador do time da Gávea.

O próprio Ibson, que não conta com a preferência de Dorival há um bom tempo, amargou a reserva assim que o treinador chegou. Em seguida, "medalhões" como Renato Abreu e Liedson também chegaram a ficar de fora.

E mesmo com tantas trocas, Dorival disse que encontrou a base ideal para a reta final do Brasileiro, mesmo que de maneira tardia. Para o jogo contra o Atlético-MG nesta quarta-feira, às 21h50, em Belo Horizonte, o técnico irá repetir parte da escalação que venceu o adversário no primeiro turno.

Com 40 pontos, na 14ª colocação na tabela de classificação e precisando de uma vitória sobre o Atlético-MG para espantar definitivamente a ameaça de rebaixamento, o rubro-negro entrará em campo com Felipe; Wellington Silva, Marcos González, Renato Santos e Ramon; Amaral, Cáceres, Renato Abreu e Cleber Santana; Liedson e Vagner Love.

fonte link

siga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário