Translate

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Adryan, relegado a segundo plano, anda triste no Flamengo

no banco Foto: FlaImagem
Extra


Na base, o Flamengo está no topo. Campeão da Taça Otávio Pinto Guimarães de juniores e estadual de juvenil, o Rubro-negro mantém a política de fazer craques em casa, o que nem sempre significa aproveitamento no profissional e capitalização para o cofre. Na lista da seleção brasileira sub-20, junto a Mattheus e Samir, mas preterido na reta final do Campeonato Brasileiro por Dorival Júnior, Adryan representa esperança para a camisa 10 e risco também. Tanto o garoto quanto seus pares dão sinais de desgaste com o tratamento dispensado a ele. O contrato expira em março de 2014 e, hoje, o vento é desfavorável à renovação. A multa rescisória é de R$ 20 milhões para transferência nacional, e R$ 30 milhões para internacional.

Retirado de uma festa da CBF em 2010 por motivos nada convincentes, Adryan já foi barrado por Fernandinho nos juniores e no profissional. Além disso, enquanto vê companheiros de seleção brasileira receberem a valorização de um jogador promissor, com contratos mais longos, Adryan não vê qualquer movimentação nesse sentido, nenhuma intenção de apostar nele como futuro da 10 e aposta de rentabilidade financeira. Recentemente, já triste por ficar fora do banco de reservas para os jogos, a revelação foi relacionada para uma partida em Volta Redonda — contra o Palmeiras. Lá, foi excluído da reservas e quase foi às lágrimas. Pensou em deixar a cidade antes da partida. Mas foi demovido da ideia por pai e empresário.

— O contrato do Adryan vai até março de 2014. E ponto final. Só isso que tenho a falar — disse o empresário de Adryan, Reinaldo Pitta, fugindo do assunto para evitar crise na relação com a diretoria do Flamengo, que volta e meia recebe sondagens de clubes do exterior.




fonte link


siga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário