Translate

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Zinho ignora eleição e promete encaminhar renovações de W. Silva, Amaral e Renato Abreu

Gustavo Franceschini, Vinicius Castro e Vinicius Konchinski
Do UOL, no Rio de Janeiro



Zinho conversa com membro da comissão técnica; diretor quer renovar com 4 atletas nesta semana

O Flamengo terá eleições na próxima semana, mas o diretor de futebol Zinho tenta se manter alheio ao pleito que movimenta o clube. Nesta terça, ele falou sobre a formação do elenco de 2013 e prometeu encaminhar as renovações de alguns jogadores.

“Wellington Silva e Amaral vieram por empréstimo até o dia 31 e temos o direito de adquirir no mínimo 50% dos atletas. Tive uma reunião com a Patrícia [Amorim, presidente do clube] e ela me deu carta branca para encaminhar isso. Agora é só eu sentar com os empresários dos atletas”, disse Zinho, que participou do lançamento do programa Nação Rubro-Negra na Soccerex, feira de futebol que acontece no Rio de Janeiro.

Além da dupla, Zinho também promete avançar nas conversas com Renato Abreu e Léo Moura. “Acabei de falar com o empresário dele [Renato]. A gente deve sentar amanhã [quarta] ou quinta para um último detalhe e assinar. O Léo Moura, junto com o departamento financeiro vou sentar com o empresário dele para que a gente bote em contrato, já que já tínhamos um início de conversa”, completou o dirigente, que falou em acertar tudo até esta sexta-feira.

Zinho vive uma situação complicada, já que seu contrato também vai até o fim do ano e ele mesmo não sabe se seguirá no cargo. Na próxima segunda-feira, Patrícia Amorim disputa uma reeleição que promete ser acirrada. Nesta terça, Ronaldo Gomlevsky anunciou a desistência da Chapa Branca e uniu-se a Eduardo Bandeira de Mello, da Azul, maior rival da atual mandatária. Além deles, ainda segue na disputa do cargo Jorge Rodrigues.

O ex-jogador diz, no entanto, que o cenário político não vai impedi-lo de seguir montando o elenco do Flamengo para 2013. “O Dorival já falou que quer um grupo com 28, 29 jogadores. O objetivo é esse [ter grandes estrelas]. A vinda de reforços é jogadores com nome, com passagens ou que ainda almejam a seleção brasileira”, disse o diretor.



Foto 1 de 22 - Zinho, hoje dirigente do Flamengo, lamenta rebaixamento do Palmeiras em 2002Antônio Gaudério/Folhapress




fonte link

siga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário