Translate

domingo, 13 de janeiro de 2013

Em conversa, Fla admitiu ao CSKA não ter mais condições de manter Love

Por Pedro Henrique Torre, no Rio de Janeiro (RJ), para o ESPN.com.br

Getty


Vagner Love tinha contrato com o Flamengo até 2015A ficha ainda não caiu no Ninho do Urubu. Principal jogador do elenco, Vagner Love se despediu do clube neste sábado. Apesar de contar com a anuência da diretoria, a saída do jogador foi um baque para o planejamento do departamento de futebol. Internamente, o clima é de que os desafios do ano serão ainda mais duros sem o camisa 99. A ação foi considerada, na verdade, um corte na própria carne. Duro, mas necessário para cumprir metas como, por exemplo, não atrasar mais salários. Na última semana, o CSKA voltou a procurar o Flamengo, já com a nova diretoria no comando. Na conversa, a oferta de abrir mão da dívida de seis milhões de euros que ainda teria a receber em troca de ter Vagner Love liberado para o retorno. E a diretoria do Fla abusou da sinceridade.


Após discussões internas e análise dos valores envolvidos na contratação do jogador, os dirigentes optaram por abrir mão de Vagner Love. Ao atacante e ao CSKA, o Flamengo admitiu não ter condições de pagar o restante das parcelas acertadas pela antiga gestão. À saúde financeira, consideraram, seria um tiro no pé. Em busca de redução de custos, as ausências do alto salário do camisa 99 e de uma dívida que ainda tem com o atacante se encaixariam perfeitamente na filosofia de redução de custos já iniciada no clube e, claro, no departamento de futebol. A oferta russa, então, foi aceita e o atacante, informado sobre valores que poderiam não ser honrados e aconselhado a acertar seus ponteiros com o clube russo. A vantajosa oferta financeira do CSKA, do qual ainda é ídolo da torcida e adorado pela diretoria, e a certeza de que receberá em dia, também pesaram. O segundo adeus ao clube foi sacramentado.


Resignado, o jogador comunicou aos companheiros o adeus neste sábado. Após o treinamento da manhã, preparou-se para ir mais tarde à sede da Gávea, acompanhado de seus representantes, encontrar a diretoria para oficializar a saída. Na conversa, o discurso foi afinado para passar a mensagem de que houve uma decisão boa para todas as partes. Na próxima semana, ele deverá embarcar para Moscou, onde acertará o novo contrato. Esta não foi a primeira vez que o clube russo procurou o Flamengo. Em meados de 2012, ainda sob a gestão de Patricia Amorim, já houve um contato para o retorno do atacante. No fim do ano, as conversas foram com o empresário do jogador, Evandro Ferreira. O CSKA já admitia não receber mais os seis milhões restantes para ter o ídolo da torcida de volta. Esperava apenas a eleição da nova diretoria para o triênio seguinte. Na primeira oportunidade, atacou novamente. E levou o amor de Love, de novo, para bem longe do Ninho do Urubu.
Fonte link

siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo

Postar um comentário