Translate

sábado, 26 de janeiro de 2013

Flamengo abre as portas para camisa 10, mas omite valores da negociação




Clube garante que não fez loucuras por Carlos Eduardo em meio a transação com valores disintos pedidos a concorrentes

Eduardo Mendes e Guilherme Abrahão - 26/01/2013 - 07:02 Rio de Janeiro (RJ)

Carlos Eduardo vestirá a camisa 10 do Flamengo (Foto: Alexandre Loureiro)

O Flamengo abriu a Gávea na tarde de sexta-feira para apresentar o camisa 10 de 2013, mas manteve o tom de mistério em relação aos valores da negociação que garantirá Carlos Eduardo por 18 meses no clube.


Em meio à disputa com outros três clubes brasileiros, o Rubro-Negro atesta que não acertou o contrato pelos mesmos valores das pedidas aos demais concorrentes.


O L!Net apurou que o Fluminense estava disposto a pagar os R$ 500 mil de salários pedido pelo agente do jogador, mas não concordou com o acréscimo de mais R$ 1 milhão relativos à luvas para o meia-atacante.


Os números são semelhantes aos da oferta apresentada ao Internacional. Ao Colorado, foram exigidos cerca de R$ 300 mil e mais R$ 1,5 milhão entre luvas e comissão.


O salário de R$ 500 mil também foi o principal entrave que emperrou as conversas com o Santos e fez com que o Peixe saísse do negócio.
Pessoas envolvidas na transação dizem que, realmente, Carlos Eduardo receberá no Flamengo valor próximo ao dos vencimentos conversados com os outros clubes. A bonificação, porém, não teria sido desembolsada pelo clube.


– Carlos Eduardo está dentro do teto salarial estipulado pela diretoria – avisou, de maneira objetiva, Wallim Vasconcellos, vice de futebol do Flamengo.


A escolha de Carlos Eduardo pelo Flamengo, por sua vez, influenciou, de certa forma, na negociação. Enquanto a disputa ficou restrita ao Rubro-Negro, Fluminense e Internacional na última semana, o Rubin Kazan (RUS) fez pressão para que a decisão não fosse mais postergada. No sábado passado, o meia-atacante já havia optado pelo Flamengo.

As pedidas

Santos
Foi exigido R$ 500 mil mensais, mais o pagamento de luvas e comissão.

Fluminense
Ao Tricolor foi pedido R$ 500 mil de salários, R$ 1 milhão de luvas e comissão.

Internacional
Deveria pagar R$ 300 mil de salários e R$ 1,5 milhão entre luvas e comissão.

Flamengo
O clube diz apenas que acertou o salário, mas não divulga os valores do negócio.





Fonte link




Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário