Translate

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Saída de Vagner Love deixa Carlos Eduardo em dúvida sobre o Fla

Meia, que também interessa ao Santos, demonstra preocupação com decisão do clube carioca de liberar o atacante por questões financeiras


Por Richard SouzaRio de Janeiro


Carlos Eduardo retorna ao Brasil para jogar por Fla
ou Santos(Foto: Reprodução)

A notícia da saída de Vagner Love do Flamengo para voltar ao CSKA Moscou chegou a Carlos Eduardo em Antália, na Turquia, e repercutiu mal. Antes de embarcar com a liberação do Rubin Kazan, da Rússia, para voltar a jogar no Brasil, o meia-atacante demonstrou preocupação com o caso do Artilheiro do Amor. Em débito com Vagner e com o CSKA, o Rubro-Negro decidiu abrir mão de seu principal jogador e anunciou o rompimento na noite deste sábado.

Como o Flamengo disputa sua contratação com o Santos, Carlos Eduardo revelou a amigos algumas dúvidas após o episódio com Love, principalmente se o clube carioca terá um time forte em 2013 e cumprirá os compromissos financeiros que assumir. O meia desembarca no Brasil nesta segunda-feira.

Neste sábado, o diretor executivo do Rubin Kazan, Aleksandr Aibatov Rustemovich, liberou Carlos Eduardo para acertar com Flamengo ou Santos por 18 meses. Em contratapartida, o dirigente russo renovou o contrato do jogador, que terminaria na metade de 2014, por mais duas temporadas. O Rubro-Negro e o Peixe fizeram propostas para contratá-lo e foram os únicos clubes que formalizaram o interesse ao time dono dos direitos do atleta. O destino de Cadu será conhecido até esta segunda-feira, de acordo com seu empresário, Jorge Machado.

Segundo o GLOBOESPORTE.COM apurou, as propostas salariais de cariocas e paulistas são muito parecidas. Sendo assim, o que vai pesar na decisão são as garantias de que Carlos Eduardo terá visibilidade na volta ao Brasil e mais chances de ganhar valor de mercado para uma futura negociação. O clube russo investiu € 24 milhões no jogador em 2010 (R$ 64,5 milhões na cotação atual).


No Peixe, a presença de Neymar também faz parte da estratégia. O clube acredita que o Rubin Kazan gostaria de ver Carlos Eduardo bem perto do principal jogador brasileiro da atualidade. Pedro Luiz Conceição, membro do Comitê de Gestão, mantém contato com Jorge Machado, que participou das transferências de Ibson (hoje no Fla) e Rentería para a Vila Belmiro. Muricy Ramalho disse na sexta-feira que Cadu quer jogar no Santos O técnico tem mantido contato quase diário com o meia e já conversou, inclusive, sobre questões táticas.

Flamengo e Santos estão otimistas. O diretor de futebol rubro-negro, Paulo Pelaipe, teria a garantia de que o jogador defenderá o clube da Gávea na volta ao Brasil. Pelaipe trabalhou com Carlos Eduardo no Grêmio. O meia-atacante surgiu no Olímpico em 2007 e foi um dos protagonistas da equipe vice-campeã da Libertadores da América. No mesmo ano, foi vendido para o Hoffenheim, da Alemanha. O executivo é um admirador do jovem e tem relação de longa data com o empresário do jogador, Jorge Machado. A mudança para o Rio de Janeiro e a transferência para o clube brasileiro de maior torcida também são atrativos para o atleta. Ele chegaria ao Rubro-Negro para ser titular e com status de principal contratação da gestão de Eduardo Bandeira de Mello até aqui.

- Ele quer vir para o Brasil, quer jogar para voltar à seleção brasileira. Estamos na expectativa, mas é uma negociação muito, muito difícil. Estamos disputando o jogador com o mercado e com os outros clubes - disse Pelaipe, neste domingo, em entrevista à Rádio Globo.




fonte link



siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário