Translate

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

C. Eduardo surpreende Fla, faz 'hora extra' no Carnaval e antecipa estreia em duas semanas




Carlos Eduardo realizou trabalhos físicos e técnicos para acelerar estreia pelo Flamengo
Pedro Ivo Almeida
Do UOL, no Rio de Janeiro



Mesmo sem entrar em campo até o momento, Carlos Eduardo já anima o Flamengo. Apresentado no dia 25 de janeiro e com estreia prevista apenas para a fase final da Taça Guanabara – 3 de março –, o meia surpreendeu o clube e poderá fazer sua primeira partida com a camisa rubro-negra já no próximo fim de semana, no clássico contra o Botafogo, no Engenhão, antecipando em duas semanas a previsão inicial.

E Carlos Eduardo não entrará em campo antes da hora por acaso. Longe da forma física ideal e ainda precisando de um fortalecimento por conta de uma lesão no pé na última temporada, o novo camisa 10 fez “hora extra” de trabalho no Carnaval e acelerou sua estreia.

Enquanto o grupo teve dois dias de folga durante o período carnavalesco, o meia trabalhou em tempo integral no sábado e na segunda, descansando apenas no domingo. Na terça, dia da reapresentação, novo trabalho pela manhã, sozinho, e à tarde, com o restante do elenco. Na última semana, o atleta já havia participado de um jogo-treino e marcado dois gols.

Tanto esforço não apenas melhorou o condicionamento físico de Carlos Eduardo, como fez com que o camisa 10 fosse escalado entre os titulares pela primeira vez em um coletivo no treino de quarta-feira.

“Por todo o trabalho no Carnaval, conseguimos adiantar este processo. Agora, com calma, vamos ver a avaliação durante a semana. Se não sentir dores e incômodos musculares, estará à disposição do Dorival”, explicou Marcelo Martorelli, auxiliar de preparação física do Flamengo, que ainda elogiou a postura do atleta.

“Ele é um atleta muito bom de trabalho. Está sempre trabalhando duro. Nos últimos dias, enquanto o grupo treinava em um período, ele fazia integral”, revelou o preparador. Carlos Eduardo ainda conseguiu reduzir seu peso em cerca de três quilos. Quando chegou ao clube, o meia já tinha admitido estar um pouco fora de forma. O problema, porém, já não preocupa mais o jogador, que agora se empenha apenas para atingir o ritmo de jogo ideal.

Ao lado de Cáceres, Ibson e Elias no meio de campo do Flamengo, a tendência é que o camisa 10 atue por cerca de 45 minutos no clássico de domingo e mostre o mesmo empenho em campo

Fonte Link


Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário