Translate

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Com dois gols de Hernane e Rafinha 'Seleção', Fla goleia Friburguense




Cleber Santana também deixa sua marca na vitória por 4 a 0 que deixa time perto da classificação para semifinal. Torcida exalta novo xodó rubro-negro


Por GLOBOESPORTE.COMRio de Janeiro




Hernane “brocou” duas vezes, Rafinha fez um golaço, Cleber Santana ampliou e o Flamengo goleou o Friburguense por 4 a 0 na noite desta quarta-feira, no estádio Moacyrzão, em Macaé. Com boa atuação, o Rubro-Negro chegou a 16 pontos, manteve a invencibilidade e a liderança do Grupo B, e deixou a classificação para a semifinal da Taça Guanabara bem encaminhada. O Frizão ocupa a 4ª colocação do Grupo A, com 7 pontos.

O Rubro-Negro só volta a campo no dia 17, quando enfrentará o Botafogo. Já o Friburguense encara o Resende na próxima rodada do Carioca.

Rafinha, com um golaço por cobertura, foi ovacionado pela torcida presente ao Moacyrzão.

Hernane, que disse que gostaria de ser chamado de "Brocador" pelos gols que tem feito no Carioca, deu ainda motivos para ganhar de vez o apelido. Antes da partida com o Frizão, o atacante já garantira as vitórias diante do Quissamã (2 a 0), Volta Redonda e Nova Iguaçu (ambos 1 a 0), além de deixar sua marca no 4 a 2 sobre o Vasco. O camisa 9 chegou a sete gols e se isolou na artilharia do Carioca.
Hernane marcou duas vezes e chegou a sete gols no Carioca (Foto: André Mourão / Ag. Estado)

O Friburguense teve um problema antes mesmo de a bola rolar. O goleiro Adilson sofreu uma crise alérgica e foi vetado da partida. Afonso assumiu a vaga de titular e, em 12 minutos, sofreu dois gols de Hernane.

Com a vantagem rubro-negra no placar logo no início, o ritmo do jogo caiu. O forte temporal em Macaé também atrapalhou. Ainda assim, o Rubro-Negro manteve o domínio da partida. Nixon saiu machucado e deu lugar a Adryan. O Friburguense tentava se lançar ao ataque, mas de forma desordenada e sem dar sustos no goleiro Felipe. Nada que preocupasse a torcida presente ao Estádio Moacyrzão, que gritava e pedia: "mais um".

Torcida pede Rafinha na Seleção

E o Rubro-Negro ampliou logo no início da etapa final. Rafinha, com um belo toque de cobertura na saída do goleiro, fez um golaço: 3 a 0. Foi o suficiente para a torcida cantar: "Ah, Rafinha é melhor que Neymar" e "Rafinha é seleção".

Sem ser incomodado, o Flamengo ampliou com Cleber Santana, que recebeu passe de Rafinha, e selou o placar de 4 a 0. O Friburguense pouco incomodava, e o Rubro-Negro ainda desperdiçou chances de fazer mais gols. Dorival Júnior ainda foi expulso por questionar uma marcação do árbitro.


Fonte Link



Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário