Translate

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Em alta no Carioca, Fla completa quatro meses de invencibilidade




Há 15 jogos sem perder, Rubro-Negro não é derrotado desde 10 de outubro. Resultados do estadual melhoram números de Dorival Júnior


Por Janir JúniorRio de Janeiro



Dorival Junior vive dias mais tranquilos no
Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)

Há exatos quatro meses, o Flamengo era batido pelo Corinthians por 3 a 2, em São Paulo. Foi a última vez que o time provou o amargo gosto da derrota. Neste domingo, completam-se 120 dias sem perder. A invencibilidade dura 15 jogos. Além das seis partidas disputadas pelo Campeonato Carioca - cinco vitórias e um empate -, o Rubro-Negro, que enfrentou uma temporada instável em 2012, acumulou série invicta de nove partidas nas rodadas finais do Brasileirão.

Léo Moura acredita que a estabilidade no fim do ano passado e a manutenção de grande parte do elenco ajudam. O jogador ainda aponta uma subida de produção do time.

- Por ter mantido a base, saímos um pouco na frente. No fim do ano, estabilizamos. Agora, no início do campeonato, estamos colhendo frutos, é só dar continuidade. Ainda há jogador para estrear e, durante a competição, o Flamengo vai ficar mais forte – apostou o camisa 2.

No Carioca, o tropeço diante do Madureira no empate por 1 a 1, na segunda rodada, foi encarado com naturalidade entre jogadores e comissão técnica, uma vez que aconteceu no início do trabalho. A vitória por 4 a 2 sobre o Vasco, quando o time teve boa atuação, injetou ânimo, mas não criou ilusões. No entanto, é inegável que os resultados positivos garantiram maior tranquilidade para Dorival Júnior trabalhar.



Depois de pegar um time em meio de temporada e com ambiente conturbado no ano passado, Dorival começou um novo trabalho. E os resultados do Carioca serviram para melhorar os números do treinador no comando da equipe rubro-negra.

O técnico estreou pelo Flamengo no empate sem gols com a Portuguesa, pela 12ª rodada do Brasileiro 2012, e comandou a equipe em 33 partidas, sendo 13 vitórias, 12 empates e oito derrotas. Desse total, cinco vitórias e um empate foram no Carioca.

O treinador - que na vitória sobre o Friburguense, na última quarta-feira, foi expulso pela quarta vez desde que chegou ao clube - tem deixado claro nas suas entrevistas que o time ainda está em formação. Carlos Eduardo e Gabriel aprimoram a forma. Alex Silva será mais uma opção para a zaga, que já teve diferentes formações no Carioca, com González, Renato Santos e Wallace se revezando na formação das duplas.

Concentrados na reta final da Taça Guanabara

Depois da vitória por 4 a 0 sobre o Friburguense, o Rubro-Negro chegou a 16 pontos no Grupo B e deixou a classificação às semifinais da Taça Guanabara muito bem encaminhada. A próxima partida será contra o Botafogo, em 17 de fevereiro, no Engenhão.

A boa fase no Carioca não cega os jogadores diante da diferença do nível de competitividade do Campeonato Brasileiro.

- São competições diferentes. A realidade agora é o Carioca. Temos que chegar às finais e concretizar com títulos. Importante ganhar o estadual, mas Brasileiro é mais forte, bem mais longo, mas o pensamento é focar na competição de agora, que é curta. Para o fim do primeiro turno só faltam três, quatro jogos para conquistar um turno – analisou Cleber Santana.




Fonte Link


Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário