Translate

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Flamengo, o último invicto do mundo



Escrito por Guilherme Tadeu

O rubro-negro carioca ainda não perdeu na liga nacionalFoto: Alfredo Lauria - Basketeria



O Flamengo é o último invicto do mundo. Ao levantarmos os dados de todas as ligas minimamente organizadas do planeta que tenham tido pelo menos seis jogos* disputados, nenhuma equipe na superfície da Terra segue sem perder. O Basketeria apurou pelo menos 50 ligas ao redor e constatou que o feito dos comandados de José Neto nesta temporada do NBB é absolutamente fantástico, mesmo se comparado em escala internacional. A ideia, ressalte-se, não é garantir que os cariocas venceriam qualquer equipe do mundo, mas, fundamentalmente, apontar que, em seu contexto específico, comparado com outros contextos ao redor do planeta, a temporada que os flamenguistas experimentam no NBB 5 é mesmo histórica.

Europa

Foto: Reprodução - Facebook Oficial do Olympiacos

Assim como o Flamengo, o gigante Olympiacostambém terminou o primeiro turno da liga grega invicto, mas caiu logo na primeira rodada do returno, para o seu maior rival, o Panathinaikos,que impôs ao time alvirrubro a primeira derrota no campeonato local desde maio do ano passado. Se no Velho Continente apenas o Olympiacos sobreviveu ao turno, há uma série de equipes que perderam apenas um confronto em suas contendas locais: o Real Madrid, que liderou a ACB tendo perdido apenas para o Barcelona puxa a fila, que ainda tem o Brose Baskets na Alemanha (perdeu apenas para o Art Dragons no turno), o Benfica, de Portugal (que perdeu para o Madeira no último dia 12), o Maccabi TelAviv em Israel (caiu perante o Maccabi Rishon), do KK Kvarner na Croácia (perdeu uma no primeiro turno, e mais uma desde então) e o Rudupius da Lituânia (caiu na última rodada dos jogos de ida perante o Pieno Zvaigades). Outras ligas relevantes da Europa não apresentam um líder que se coloque tão superior aos demais. Na Itália, o Varese já perdeu duas vezes, para Roma e Venezia, ambos no primeiro turno. Na Sérvia, o Mega Vizura já perdeu três vezes, na França, o Gravelines e o Strasbourg, cinco. Na Turquia, o poderoso Fenerbaçe já caiu duas vezes, assim como o Zlatorog, daEslovênia.

É importante ressaltar que boa parte dos países da antiga União Soviética e Iugoslávia dedicam seus times principais às ligas regionais. Nestes contextos, o CSKA perdeu apenas para o Zalgiris Kaunas na VTB United, e o próprio Zalgiris Kaunas, cairia também apenas uma vez perante o VEF. O Ventsipilis, da Letônia, que disputa a BBL (Liga Báltica), venceu as 11 primeiras partidas da competição, mas perdeu em casa para o Barons. Já o Igokea, líder da Liga Adriática, já perdeu quatro jogos, três no primeiro turno.

Américas

Foto: Getty ImagesNos Estados Unidos, as duas ligas profissionais mais conhecidas, a NBA e a D-League, têm muitos jogos, o que impossibilita que as equipes consigam manter a invencibilidade. Já na NCAA (primeira divisão), as duas universidades que lideram o Ranking fazem campanhas dominantes com resultados impressionantes: Michigan e Kansas, ambos com apenas um revés. Invictos? Nem nas conferências menores.

No resto da América, a campanha mais impressionante é do Halcones Xalapas, que tem impressionantes 36-4. Na Argentina, o líder,Regatas Corrientes, já perdeu oito partidas e no Uruguai, onde o campeonato foi inclusive paralisado, o melhor time, o Unión Atlética, tem 3-1 de retrospecto. Na República Dominicana, o Indios SF, que tem a melhor campanha, perdeu seis partidas em 20 jogos.

Resto do Mundo

Nem nos lugares mais distantes foi possível encontrar campanhas que pudessem ser comparadas com a do Flamengo no NBB 5. Na China, oGuangdong, que tem em suas fileiras o pivô nigeriano Ike Diogu, foi batido por três oportunidades. No Irã, o poderoso Petrochimi, de Sani Becirovic, perdeu apenas uma, justamente no último dia do ano passado. Nas Filipinas, o Talk'n Text tem 12-2 e no Líbano, o Sagesse tem 11-2. Na Austrália, os Brakers, que fazem excepcional temporada, somam 17-3.

Foto: Fernando Azevedo - Fla Imagem

Vale ainda a lembrança que o rubro-negro carioca atingiu essa memorável marca sem o jogador de maior relevância, salário e experiência de seu elenco: Marcelinho Machado, que rompeu os ligamentos do joelho na primeira partida do NBB, em Vila Velha, e está afastado desde então. Com 17 vitórias em 17 jogos, o Flamengo começa a sua participação no returno do NBB na próxima quinta-feira, quando recebe o Vila Velha no Tijuca Tênis Clube. Na sequência, enfrentará o Icatu Minas (no Rio), São José Unimed Vinac (em São José dos Campos), Vivo Franca (no Rio), Unitri Uberlândia (no Rio) e, aí sim, aquele que é o jogo mais aguardado do ano, contra Uniceub Brasília, na capital federal.

_____

*se a ideia for contabilizar, também, os campeonatos que acabam de começar, dois times podem entrar nessa lista: o Libolo, da Angola, que está 2-0 e o Cerro, do Paraguai, que está 5-0. As ligas portorriquenhas e venezuelanas ainda não começaram.

Fonte Link


Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário