Translate

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Flamengo renova com Rafinha até 2018 e a multa rescisória para clubes do exterior passa a ser de 50 milhões de euros




Fla renova contrato com a atletas da base

Por Luciano Borges (*)



Depois de acertar a extensão do atual contrato de Rafinha, o Flamengo tenta fazer o mesmo com outros jovens da base que são considerados talentosos. “Temos dois ou três atletas fantásticos que estamos preparando para entrarem no grupo ainda este ano”, disse Paulo Pelaipe, diretor executivo de futebol do clube carioca.



Perguntado sobre o nome dos “fantásticos”, Pelaipe preferiu não revelar. “Se não os urubus ficam em cima. Tem muito clube roubando jogadores e é melhor ficar quieto”, disse.



Na terça-feira da semana passada, véspera da goleada sobre o Friburguense (4 a 0), o Flamengo deixou acertado o novo contrato com Rafinha que, no dia seguinte, marcou um golaço e participou de dois outros tentos. “Nós já estávamos conversando. Na segunda-feira esboçamos o contrato e na terça ele estava fechado”, afirmou Pelaipe.



Rafinha passou a ser jogador do Flamengo até 2018. A multa rescisória para clubes do exterior passa a ser de 50 milhões de euros. A ideia é dificultar ao máximo a saída precoce de jogadores formados na base rubro-negra.



A experiência recente com Mattheus, filho do ex-jogador Bebeto, reforçou esta política do Flamengo. Ele se recusou a assinar novo contrato. O pai acena com a possibilidade de levar o garoto para a Juventus de Turim, Itália.



A nova diretoria do clube carioca continua decidida a montar uma equipe sem gastar demais. “Não vamos mais fazer loucuras. Salários de um milhão de reais por mês, como o de Vágner Love, não vão mais acontecer”, falou referindo-se ao atacante que retornou para o CSKA da Rússia.





(*) Luciano Borges é editor-chefe do Bandsports


Fonte Link



Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário