Translate

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Pelaipe critica atitude de Mattheus: 'Vamos ver se ele muda de postura'




Diretor revela que jogador pediu para deixar o Flamengo e afirma que o meia pode apenas treinar até dezembro: 'Não deu para entender'


Por GLOBOESPORTE.COMRio de Janeiro


Mattheus em ação em treino da Seleção sub-20
(Foto: Alexandre Durão/Globoesporte.com)

Fracassada a negociação com o Juventus, o Flamengo trabalha para decidir o que fazer com Mattheus. A diretoria rubro-negra demonstra abertamente a insatisfação com a postura do jogador e de seus representantes, que recusaram mais de uma vez propostas de renovação do contrato, que é válido até o fim deste ano. O diretor executivo de futebol do clube, Paulo Pelaipe, deixou aberta a possibilidade de o meia apenas treinar até dezembro. Também existe a chance de o filho de Bebeto voltar para os juniores.

- O Mattheus e a sua equipe não quiseram renovar o contrato, ele avisou pelo procurador que não queria ficar. Mas a proposta (do Juventus) não era nos padrões que o Flamengo quer. Os clubes não vao chegar e levar assim. Quem determina é o Flamengo, os números não estavam na realidade. Agora vamos ver se ele coloca a cabeça no lugar, muda de postura. Não deu para entender por que disse que não tinha cabeça para jogar aqui. Tomara que reveja isso, senão vai ficar treinando até o fim do ano, quando acaba o contrato - disse Pelaipe à Rádio Brasil.



Mattheus, de 18 anos, disputou 12 jogos pelo time principal do Flamengo até agora, apenas três deles como titular, sem fazer gols. O jogador teve participação discreta com a Seleção Sub-20 no Sul-Americano da categoria, em janeiro deste ano.

Inicialmente, a negociação com o Juventus, que observava o jogador desde outubro do ano passado, era vista com bons olhos pela diretoria rubro-negra - que receberia R$ 5,4 milhões - e pelos representantes do meia de 18 anos. Porém, não houve acordo sobre as condições de pagamento, sem tempo hábil para concluir a venda na janela de transferências do futebol europeu, que fechou na última quinta-feira.

Em busca de um atacante

Ao contrário do que fez com Mattheus, Paulo Pelaipe elogiou a postura dos garotos que começam a aparecer na equipe principal em 2013, como Rafinha - destaque da vitória sobre o Vasco por 4 a 2, na última quinta-feira - e Nixon. Ele também ressaltou o bom desempenho de Hernane neste início de temporada, porém admitiu que o clube ainda tenta a contratação de um atacante.

- As pessoas não valorizam o que se tem em casa. Tivemos um bom exemplo ontem, com Rafinha e os outros. Conheço o Hernane, que fez mais de 20 gols no Paulistão do ano passado, vários clubes o queriam, inclusive o Grêmio, onde eu estava. Mas precisou de tempo para ele se adaptar, a camisa do Flamengo pesa, é um manto. Tem que ter paciência. Estamos satisfeitos, mas evidentemente que não podemos ficar só com um (atacante). Vamos trazer mais um jogador para reforçar a equipe, porque vamos fazer um grupo para três competições.

Líder do Grupo B da Taça Guanabara, com 10 pontos, o Flamengo volta a campo no domingo, às 17h, contra o Nova Iguaçu, no Engenhão.



Fonte Link


Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário