Translate

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Perto de semana decisiva, Pelaipe garante dinheiro na conta dos atletas




Diretor de futebol diz que Fla pagará salários em dia e adota cautela sobre chance de título da Taça Guanabara: 'Temos de trabalhar com seriedade'


Por Richard SouzaRio de Janeiro



Paulo Pelaipe, diretor executivo de futebol do
Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem)

Às vésperas da fase decisiva da Taça Guanabara, o diretor de futebol do Flamengo, Paulo Pelaipe, se previne para que nada tumultue o ambiente no clube. Há pouco mais de dois meses no cargo, ele está no caminho certo para começar a cumprir a promessa feita em sua entrevista coletiva de apresentação, em 11 de dezembro. Na ocasião, disse que os torcedores colocariam faixa de campeão no peito nesta temporada - o Rubro-Negro está classificado para a semifinal da Taça Guanabara. Aos jogadores, assegurou que a diretoria faria esforço para que os salários fossem pagos dentro dos prazos estabelecidos. A preocupação é quitar até o início da próxima semana o vencimento de janeiro.

- Esse mês vamos pagar na data certa (dia 25), o salário completo. Vamos pagar com direito de imagem e carteira. Os jogadores começam a acreditar no trabalho. Eles já sabem tudo, já receberam o valor da premiação antes mesmo de a competição começar. O diretor trabalha para dar condições aos profissionais. Tudo isso é importante.

Assim que chegou, Pelaipe redefiniu o sistema de premiações. O bicho por vitória foi extinto. Prêmio só em caso de conquista.

Classificado para a fase decisiva da Taça Guanabara com a melhor campanha geral, o Rubro-Negro nem precisa vencer para ficar com o título. Com um empate na semifinal, ainda sem adversário definido, avança para a decisão. Outra igualdade, no último jogo, assegura a taça.

- Disse que colocaria faixa no peito na minha primeira entrevista como forma de mostrar confiança, de dizer que há um objetivo. Mas nós temos de jogar dentro dos 90 minutos, com humildade e determinação, temos de ter respeito por todos os adversários, trabalhar com seriedade. Temos adversários que têm valor, que têm grupo. Ainda temos a última rodada classificatória contra o Olaria, depois a semifinal e quem sabe a final. Mas serão jogos muito disputados – disse o diretor.

Pelaipe pisa no freio com força. O discurso é de cautela para não comprometer um trabalho que tem dado resultados. De 21 pontos disputados até agora, o Flamengo conquistou 19 e está invicto.



O diretor aponta o atacante Hernane como o maior exemplo de ganho de confiança no Flamengo. Em dois meses, ele passou de desacreditado a artilheiro. O jogador, que chegou a ser moeda de troca na temporada passada, hoje é o goleador do time no Carioca. Fez oito gols em sete jogos e teve o contrato renovado por três anos.

- O Hernane ganhou confiança, começou a fazer gols, a torcida agora acredita nele, está feliz com ele. O ambiente fica melhor, melhor para trabalhar. A vitória dá isso. Aumenta autoestima do torcedor. O jogador com a vitória fica mais confiante, e o torcedor passa a acreditar mais no time. O mérito é da comissão técnica e dos jogadores, que estão se dedicando, que fizeram uma boa pré-temporada, entenderam a mensagem da diretoria, que está trabalhando para honrar compromissos. É um grupo muito bom, um execelente grupo de trabalho.

Antes da semifinal, o Flamengo enfrenta o Olaria neste sábado, às 18h30m (de Brasília), em Volta Redonda.



Fonte Link


Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário