Translate

quinta-feira, 28 de março de 2013

Blog do Voloch: Não se pode dizer que o Flamengo convenceu









Por Bruno Voloch

Flamengo não convence, passa sufoco, mas ganha na disposição

E o Flamengo enfim voltou a vencer. A vitória diante do Bangu foi dramática e conseguida muito mais na base da disposição do que na técnica.

O time do empate com o Bangu foi diferente daquele que empatou diante do Boavista.

O gol de Sérgio Júnior no início do jogo foi apenas um aviso de que Alex Silva, capitão do time, não deve ter vida longa como titular. Lento, Alex falhou e não teve pernas para acompanhar o atacante do Bangu. Luiz Antônio, que também não rendeu o esperado na lateral, estava literalmente deslocado.

O resultado de 1 a 0 obrigou o Flamengo a se expor, mas Felipe foi pouco ameaçado.

Gabriel perdeu duas chances claras de gol e o time poderia ter ido para o vestiário com pelo menos o empate. Não foi.

A entrada de Rodolfo mudou a cara da equipe no segundo tempo. Mais leve, o Flamengo foi se aproximando do gol contra um Bangu que apenas se defendeu.

Dos pés de Rodolfo saiu o gol de empate.

Hernane deixou o campo para a entrada de Nixon. O Flamengo ganhou em velocidade e na base do abafa, na pressão, virou a partida nos minutos finais com gol contra de Yves.

Não se pode dizer que o resultado tenha sido injusto. Não se pode dizer que o Flamengo convenceu. Mas dá para dizer que a vitória traz alívio, esperança de dias melhores, mas muita coisa precisa ser arrumada.




Fonte Link



Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário