Translate

segunda-feira, 18 de março de 2013

Jorginho: "Estou muito feliz de voltar ao Flamengo"




Novo treinador rubro-negro esbanja simpatia e avisa que está pronto para o desafio


Comunicação

site oficial





O técnico Jorginho foi apresentado na manhã desta segunda-feira em uma entrevista coletiva concedida na Gávea. Animado e demonstrando muita vontade de vencer, o novo treinador do Flamengo disse estar muito feliz em voltar para o clube, que defendeu quando jogador e que não vê a hora de se reencontrar com a torcida. Tranquilo, simpático e com orgulho de ser rubro-negro, contou que pretende fazer um projeto a longo prazo, mas sem esquecer do presente.

"Quero agradecer ao nosso presidente, Bandeira de Melo, ao nosso vice de futebol, Wallim, e ao diretor, Pelaipe. Minha satisfação em retornar ao Flamengo é enorme. Tive o orgulho de defender essa camisa e ganhar o Brasileiro e o Carioca. Mais do que isso, tive o prazer de estar perto e jogar ao lado do maior ídolo rubro-negro. O Zico me ensinou e me ajudou muito a me tornar um grande profissional. Estou muito feliz, é uma alegria enorme e um grande desafio", disse o novo técnico do Mengão, Jorginho.

Com paciência, tranquilidade e simpatia, o treinador respondeu as perguntas dos jornalistas presentes e lembrou que apesar de ter feito um bom trabalho no América, no Figueirense e na Seleção Brasileira, hoje em dia ele é um técnico ainda mais capacitado e experiente. Por isso, acredita que conseguirá suportar toda a pressão de dirigir uma equipe do tamanho do Flamengo.

"Hoje estou mais experiente e vim fazer um trabalho totalmente profissional. Assinei por dois anos, mas espero poder ficar muito mais. Já vou hoje para o Ninho do Urubu e estarei com o time contra o Boavista. Sou um amante do futebol e por isso conheço o elenco do Flamengo. Mesmo assim, vou assistir todos os jogos do time no ano mais uma vez e também já comecei a acompanhar o Boavista, nosso próximo adversário. Trouxe como auxiliar o Aílton, que será muito importante. Procuro jogar no 4-2-3-1, mas posso me adaptar, tudo depende do que temos na mão para a rodada, do adversário...", explicou o treinador.

O novo técnico do Mengão contou que acabou de fazer uma temporada na Europa, onde acompanhou de perto o trabalho que é realizado no Barcelona e Real Madrid. Ele espera poder implantar no Flamengo a filosofia feita nos dois maiores clubes da Espanha.

"Aprendi muito neste período na Espanha. Falar da estrutura deles é chover no molhado. O mais importante para mim é a filosofia aplicada nos dois clubes. Desde os 8 anos de idade até os profissionais, os jogadores de lá sabem como o time joga. É a mesma filosofia de jogo, o esquema até muda, mas a filosofia não. Esperamos conseguir aplicar isso aqui. Viemos para ajudar o clube e não pensar somente no time profissional", afirmou o técnico, para em seguida completar:

"Sempre gostei do meu time jogando ofensivamente, mas sem deixar de marcar. Vamos apostar nos jovens, mas no futebol não pode ter um time só de garotos, assim como não podemos ter um apenas com jogadores experientes. Vamos buscar mesclar e ajudar o Flamengo", encerrou.

Um pouco antes da entrevista coletiva. O vice de futebol, Wallim, concedeu algumas palavras e explicou a saída do ex-técnico Dorival Júnior.

"Gostaria de aproveitar o momento para agradecer ao técnico Dorival Júnior. Houve uma negociação e infelizmente não chegamos a um valor em que o Flamengo pudesse se comprometer. A questão das derrotas não influenciaram na decisão, não é essa a nossa filosofia. Quero agradecer por tudo que ele fez ao Flamengo. Temos a felicidade de contar agora com o Jorginho e o Aílton para comandar nosso futebol. Estamos muito felizes e esperamos que eles repitam como técnicos as alegrias que nos deram como jogadores", disse Wallim.


Fonte Link



Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário