Translate

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Alex Silva diz que pediu ao Flamengo para não viajar e afirma: ‘As mesmas bocas que te vaiam hoje gritarão o seu nome amanhã’



Extra

Alex Silva (à direita) conversa com Luiz Antônio durante treino Foto: Fla Imagem /

O zagueiro Alex Silva divulgou uma nota extensa explicando que pediu para não ser relacionado pelo Flamengo para a estreia na Copa do Brasil, nesta quarta-feira.

"Eu já tinha chamado o Jorginho [técnico] e o Pelaipe [diretor de futebol] no vestiário, depois do jogo contra o Audax, e disse a eles que as vaias estavam atrapalhando o time. A torcida acha que vaiando um jogador estará prejudicando apenas aquele jogador, mas isso não é verdade. Ela acaba prejudicando o time inteiro. Todos se abalam, porque sabem que sempre dou o meu melhor em campo e não entro para perder. Sou um dos líderes desse grupo, e todos têm respeito e admiração por mim. Então, essa decisão foi tomada", afirmou.

O defensor disse acreditar que alguns torcedores ainda guardam rancor de sua tumultuada saída do clube, no início de 2012, e por isso a cobrança atual acaba sendo natural.

"Essa pressão é uma coisa normal. Os torcedores não têm culpa, porque não sabem o que aconteceu para eu ter saído na última passagem. Quando eu voltei para esse novo desafio, com uma nova diretoria, já fiquei preparado para as críticas. Eu sabia que seria cobrado assim que algo desse errado. Em clube grande é assim e com a torcida do Flamengo não seria diferente. Cabe a mim seguir o meu trabalho e continuar respeitando a torcida, como sempre fiz", declarou o zagueiro.

O zagueiro comentou a queda de produção do time e pessoal.

"Jamais vou querer incomodar ou atrapalhar o Flamengo. Sempre quero ajudar. Eu entrei num momento em que toda a equipe caiu de produção, mas me esforcei e me empenhei em todos os jogos, tenho a consciência tranquila. Estou feliz com a nova diretoria, com a nova comissão técnica. Cabe a mim ser profissional, treinar no horário e ajudar meus companheiros, seja de titular, reserva ou fora da lista de relacionados. Estarei torcendo por eles nessa estreia da Copa do Brasil", completou o zagueiro.

Alex lembrou ainda que está readquirindo aos poucos o seu melhor ritmo de jogo, já que ficou por nove meses sem atuar, em razão de uma lesão no cruzado anterior do joelho esquerdo.

"Tecnicamente, pode ser que esteja faltando alguma coisa para mim, afinal fiquei nove meses sem jogar. E isso vou melhorando com sequência de jogos, a cada rodada. Fisicamente, estou muito bem. Atuei em quatro jogos e em todos fiquei os 90 minutos em campo", afirmou. "Quando sai um gol, é uma coisa conjunta. Todos erram, desde onde a bola saiu ao que não parou a jogada antes. Mas a culpa cai sempre nos zagueiros. Futebol é assim. Temos de saber lidar com isso", completou.

Dar a volta por cima não é novidade na carreira de Alex Silva. Por essa razão, ele se vê pronto para ajudar a reerguer o Flamengo.

"O que me motiva é saber que passei por três cirurgias e venci as três. Isso já me torna um guerreiro. As vaias não chegam nem aos pés da dor de uma cirurgia, de uma fisioterapia, desse sofrimento diário. Venho de uma cirurgia no joelho, isso sim é complicado, não poder fazer o que gosta, ficar esquecido, ter de conviver com a desconfiança de todos, se você vai voltar a jogar ou não. E eu voltei. Então, qualquer coisa agora eu tiro de letra. As mesmas bocas que te vaiam hoje gritarão o seu nome amanhã. Futebol é assim", declarou.


Fonte Link


Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário