Translate

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Ferj desmente Wallim e nega veto a jogo do Flamengo em Juiz de Fora




Em resposta a vice de futebol rubro-negro, Rubens Lopes diz desconhecer ideia do clube e revela que cidade mineira está nos planos para o Brasileiro


Por GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro



Rubens Lopes nega que Ferj tenha sido procurada
pelo Flamengo sobre o tema (Foto: Raphael Zarko)

Wallim Vasconcellos criticou, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) respondeu. Um dia após o vice de futebol do Flamengo reclamar de um possível veto da entidade, impedindo o clube de mandar o jogo de volta contra o Remo, pela primeira fase da Copa do Brasil, em Juiz de Fora (MG), o presidente da Ferj desmentiu o dirigente rubro-negro. Rubens Lopes diz desconhecer que a federação tenha sido procurada pela diretoria da Gávea para tratar deste assunto. Ele ainda lembrou a indisponibilidade de utilização do Maracanã e Engenhão para garantir que não poderia "fechar os olhos" para alternativas num momento de dificuldade financeira dos clubes cariocas.

- As declarações do Wallim não condizem com a realidade e tão pouco estão de acordo com o Regulamento Geral das Competições. Num momento em que alguns clubes passam por extrema dificuldade financeira, num estado de exceção, por não termos a nossa disposição os dois maiores estádios (Maracanã e Engenhão), não poderíamos fechar os olhos a alternativas de melhores receitas para os clubes. (...) A Federação recebe qualquer dirigente para tratar de assuntos pertinentes ao futebol pois esta é uma de suas obrigações, mas não temos conhecimento de que o dirigente em questão tenha procurado o Diretor de Competições ou mesmo o Presidente, para tratar e debater sobre o local de jogo do Flamengo - comunicou Rubens Lopes, através de sua assessoria de imprensa.

Com a interdição do Engenhão ainda sem prazo para terminar, o presidente disse ainda que Juiz de Fora é uma das alternativas para os clubes cariocas durante o Campeonato Brasileiro. Ele revelou ter uma reunião nesta sexta-feira em Juiz de Fora com Francisco Canalli, secretário de esportes da cidade mineira, para obter informações sobre o estádio municipal.



- A Federação, preocupada com possiblidade de maiores dificuldades para a realização dos jogos no Campeonato Brasileiro, tem uma visita programada à cidade de Juiz de Fora e um encontro com o Secretário de Esportes dessa cidade, na próxima sexta-feira, 12 de abril, para avaliar a situação do estádio municipal e discutir as condições para sua utilização.

A versão do Flamengo é diferente. Na segunda-feira, Wallim disse que o clube recebeu uma boa proposta para mandar o jogo em Juiz de Fora, mas que a Ferj não concordou. O dirigente rubro-negro demonstrou irritação com o veto e criticou a federação.

- A gente tinha uma proposta de Juiz de Fora, boa cota, mas a Federação não quer ajudar o Flamengo. Não sei se tem algum problema em relação ao nosso clube. A Federação só é forte se o clubes forem fortes. Gostaríamos de jogar no Engenhão se fosse possível, mas a gente tem uma proposta para jogar fora do Rio, que para a gente é importante para poder cumprir com compromissos (financeiros), mas não vamos poder jogar. É importante a torcida do Flamengo saber quem está a favor e quem está contra o clube. Me disseram que será em Volta Redonda, que o presidente Rubens Lopes está irredutível, que não queria mudar. Se quiser jogar no Nordeste, o Flamengo escolhe onde quer jogar. Mas depende da Federação.

Confira a íntegra da nota:

"As declarações do Wallim não condizem com a realidade e tão pouco estão de acordo com o Regulamento Geral das Competições. A Federação de Futebol tem por princípio o respeito às normas, aos regulamentos e sempre esteve à disposição dos clubes para a construção de caminhos melhores para o futebol do Rio de Janeiro. Num momento em que alguns clubes passam por extrema dificuldade financeira, num estado de exceção, por não termos a nossa disposição os dois maiores estádios (Maracanã e Engenhão), não poderíamos fechar os olhos a alternativas de melhores receitas para os clubes.

Do diálogo emergem as soluções. A Federação recebe qualquer dirigente para tratar de assuntos pertinentes ao futebol pois esta é uma de suas obrigações, mas não temos conhecimento de que o dirigente em questão tenha procurado o Diretor de Competições ou mesmo o Presidente, para tratar e debater sobre o local de jogo do Flamengo.

A Federação, preocupada com possiblidade de maiores dificuldades para a realização dos jogos no Campeonato Brasileiro, tem uma visita programada à cidade de Juiz de Fora e um encontro com o Secretário de Esportes dessa cidade, na próxima sexta-feira, 12 de abril, para avaliar a situação do estádio municipal e discutir as condições para sua utilização.

Esperamos que o Sr. Wallim compareça à Federação e procure o Diretor de Competições, Sr. Marcelo Vianna, para conversar sobre a matéria. E como o mesmo disse: É importante a torcida do Flamengo saber quem está a favor e quem está contra o clube."





Fonte Link




Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário