Translate

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Sem acerto com Engenhão, despesa do Fla dobra para estreia no Carioca





Ainda em negociação com o Botafogo, clube terá de pagar taxas mais altas para jogo de sábado. L!Net mostra valores das despesas fixas estipuladas pela Ferj



Eduardo Mendes e Igor Siqueira - 16/01/2013 - 06:03 Rio de Janeiro (RJ)

Engenhão será palco da estreia do Flamengo no sábado (Foto: João Matheus Ferreira)

A falta de acordo com o Botafogo sobre o uso do Engenhão em 2013 acarretará, por ora, em um aumento significativo nas despesas do Flamengo. A estreia do time no Carioca contra o Quissamã, no sábado, custará, considerando só as despesas fixas, cerca de R$ 53,5 mil. O valor é quase o dobro do que o clube pagava segundo o antigo vínculo.

O LANCE!Net teve acesso aos valores acordados entre a Federação de Futebol do Rio e os clubes para o Estadual. Só o aluguel do estádio custará entre R$ 20 mil (para jogo dos grandes contra os pequenos) e R$ 40 mil (clássicos). A previsão inicial do Flamengo é de comercializar 15 mil ingressos para a estreia. No antigo contrato, era permitido abrir o Engenhão para, no mínimo, 20 mil torcedores. Dessa maneira, o clube, além de arcar com uma despesa dobrada, terá um público menor.

Além dos encargos, que totalizam os R$ 53,5 mil, 10% da renda bruta da bilheteria do jogo também deve ser repassada à Ferj. A nova diretoria, antes mesmo de assumir, havia delegado ao departamento de marketing as tratativas com o Botafogo. E as negociações acontecem desde o fim do ano passado por meio de João Henrique Areias, que deixou o clube semana passada.

Dirigentes cogitaram jogar o Estadual em Volta Redonda – onde a despesa chega a aproximadamente R$ 15 mil –, mas o departamento de futebol descartou e pediu para que os jogos em que o time for mandante sejam disputados no Engenhão.

Nas reuniões que aconteceram na Ferj esta semana, o Fla escolheu Frederico da Luz, do marketing, como representante. O clube, entretanto, ainda não definiu qual pasta ou vice-presidente será responsável para tratar sobre esse assunto.

Valores bem distintos dos contratos

Até 2012: R$ 28.075,00
Aluguel do estádio (conforme contrato Fla e Bota): R$ 5.000,00; Taxa de iluminação (conforme contrato Fla e Bota): R$ 5.000,00; Despesas operacionais da FERJ: R$ 10.000,00; Delegado da partida: R$ 1.000,00; Credenciamento da imprensa: R$ 3.660,00; Equipe Antidoping:
R$ 1.125,00; Antidoping: R$ 2.290,00. Essa é a relação de todos os gastos fixos que o Flamengo tem para jogar no Engenhão independentemente do público para o qual será aberto o estádio. Outras 15 despesas, por sua vez, variam conforme a carga estipulada para o jogo.



Para 2013: R$ 53.500,00
Aluguel do estádio: R$ 20.000,00; Despesas com o quadro móvel: R$ 20.000,00; Taxa de iluminação: R$ 7.500,00; Despesas com ambulância: R$ 6.000,00. Todos esses valores estão previstos para públicos entre 15 mil e 20 mil em jogos dos clubes grandes contra os de menor investimento.




Fonte link




siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário