Translate

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Flamengo adota política de ingressos mais caros para acelerar programa sócio-torcedor



RJogo entre Vasco x Flamengo no Estádio Olímpico João Havelange. 
Foto Alexandre Cassiano / Agência O Globo.
Diogo Dantas



A decisão da diretoria do Flamengo em colocar o preço dos ingressos mais alto para a semifinal da Taça Guanabara foi um balde de água fria na torcida. Empolgados com a boa fase do time no início do ano, os rubro-negros pagarão entre R$ 40 e R$ 80 para ver o duelo contra o Botafogo, e já podem se preparar para coçar o bolso em outros jogos decisivos.

A política do departamento de marketing, que está à frente das decisões sobre o projeto sócio-torcedor, é manter as entradas mais caras para acelerar a entrada no programa de relacionamento, em fase de aprovação.

O Jogo Extra tentou contato com o diretor de marketing Fred Luz, mas ele alegou que não fala pelo clube. O vice-presidente de marketing, Luiz Claudio Baptista, não atendeu à imprensa, mas deu detalhes da nova política ao blog do jornalista Arthur Mulhenberg.

Segundo Bap, o Flamengo tem tomado prejuízo na maioria de seus jogos, sobretudo pelas altas taxas praticadas pela Federação de Futebol do Rio, a Ferj. Por isso, a alternativa é cobrar sempre o valor mais alto do ingresso.

— Se não quiser quebrar o Flamengo precisa sempre trabalhar com o preço máximo — afirmou o vice de marketing. — Para dar um jeito nisso só mesmo o sócio torcedor, mas parece que estamos no caminho certo. Na primeira fase do Carioca o Flamengo só pagou para jogar contra o Olaria — completou.

Na internet, torcedores revoltados organizaram uma petição pública com um abaixo-assinado contra a medida. A diretoria do Flamengo não se pronunciou oficialmente, mas confirmou o preço e o início das vendas para hoje.



Fonte Link



Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário