Translate

segunda-feira, 11 de março de 2013

Flamengo demite ídolos do passado que trabalhavam na base



Diogo Dantas
Liminha Foto: Reprodução site do clube /

A política de corte de custos da nova diretoria do Flamengo transformou ídolos do passado do clube nas novas vítimas. A nova administração demitiu os ex-jogadores da década de 1970 Liminha, Arílson e Dionísio, que trabalhavam como olheiros nas categorias de base. No fim da semana passada, os funcionários foram informados por telefone de que não seriam mais aproveitados.

- Disseram que iam botar a gente para trabalhar e ver jogador. Tanto tempo que fiquei no juniores, e me mandaram embora assim, sem falar nada. Pelo telefone - lamentou Liminha.

Há um ano, os três já haviam sido deslocados de dentro da categoria de base, onde revelaram vários atletas, para a observação de jogadores de outros clubes no interior do Estado. No início desta temporada uma reunião foi feita e o departamento de futebol disse que tentaria aproveitar os ex-jogadores, mas não cumpriu a promessa.

Arilson, de 64 anos, revelou jogadores como Adriano Imperador, Ibson e Andrezinho, hoje no Botafogo. O ex-meia Liminha, 68, fez história no clube com dezenas de títulos, e também foi treinador do profissional, em 2005. O ex-atacante Dionísio fez 60 gols, e ganhou o apelido de “Bode Atômico”, por sua boa impulsão e gols de cabeça.




Fonte Link



Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário