Translate

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Jovens ajudam Fla a triplicar média de gols e são aprovados em 'vestibular'




Jovem Adryan foi um destaques da vitória do Flamengo no último sábado, contra Macaé
Do UOL, no Rio de Janeiro


Na última rodada da Taça Rio e às vésperas uma reunião de planejamento para a sequência da temporada, os jovens do elenco do Flamengo sabiam que tinham uma última chance de mostrar que poderiam seguir no clube. E eles não decepcionaram. Na vitória sobre o Macaé por 3 a 1, no último sábado, as promessas rubro-negras não só foram aprovadas no “vestibular” como ajudaram o time a triplicar a média de gols marcados desde a chegada do técnico Jorginho.

Nas cinco primeiras partidas com o treinador, com os jovens “esquecidos”, a equipe havia feito apenas cinco gols. Só nas últimas três, contra Fluminense, Remo e Macaé, foram nove. No último duelo, nomes como Adryan, Nixon – autor de um dos gols – e Luiz Antônio contribuíram para esta marca e cresceram também no conceito de Jorginho.

“Consegui analisar todo o plantel e fiquei muito satisfeito com o que vi. O Adryan foi muito bem, mostrando seu potencial, assim como o Luiz Antônio. Esteve seguro na marcação, sempre atento. Não pode se desligar e isso ocorreu quando foi improvisado na lateral. Entrou concentrado agora e nos ajudou muito. Mesmo. É bom poder vê-los aproveitando essa oportunidade”, avaliou o treinador.

“Nesta semana, terei uma reunião com a diretoria. É claro que precisamos de reforços, mas é muito bom saber que posso contar com estes jovens. Eles vão pegando confiança. Para a sequência da temporada, estarão sempre prontos quando forem acionados”.

Hernane e Cleber Santana em alta
E não foram apenas os jovens que terminaram a Taça Rio em alta com Jorginho. Hernane, questionado pelo técnico há poucas semanas, e Cleber Santana também se destacaram na vitória do último sábado e deixaram boas impressões.

“É claro que precisamos contratar atacante, mas é bom contar com o Hernane. É o terceiro jogo consecutivo que ele marca gols. Fico feliz por ter feito mais dois e quebrar esse estigma de que não fazia gols comigo”.

“O time foi bem, os garotos também, mas precisamos exaltar o Cleber Santana. Ele foi experiente e deu a cadência necessária. Soube controlar os garotos. Qualquer grupo precisa de um jogador assim. Isso é fundamental”, encerrou Jorginho.



Jorginho, treinador do Flamengo, grita com a sua equipe durante partida contra o Macaé, 
pelo Campeonato Carioca 
Alexandre Vidal/Fla Imagem

Foco na Justiça

E antes de fechar o planejamento para a sequência de 2013, Jorginho precisa “secar” o Fluminense e aguardar uma decisão da Justiça sobre uma possível vaga na semifinal da Taça Rio.

A decisão da Justiça, porém, só irá sair após a próxima quinta-feira, quando árbitros e auxiliares envolvidos na partida serão ouvidos. O presidente do TJD, José Teixeira Fernandes, não descarta a hipótese de paralisar a competição e aguardar uma definição do caso.

A partida contra o Duque de Caxias foi suspensa pelo TJD após o rubro-negro pedir a abertura de um inquérito para apurar uma possível interferência externa na anulação do gol que poderia dar a vitória ao time da Gávea.

Fonte Link




Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário