Translate

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Em dia de Paulo Vitor, Flamengo vence primeira fora de casa: 2 a 1 no Bahia



Em partida dinâmica, mas de baixo nível técnico, o Flamengo de Joel Santana conquistou neste domingo, em Pituaçu, sua 4ª vitória no Brasileirão contra o Bahia, alcançando a nona colocação na competição. Com boa atuação de Paulo Vitor, que fechou a meta rubro-negra, o Fla garantiu os 2 a 1 fora de casa e empurrou a equipe comandada por Falcão para o 18º lugar. Os gols do Fla na partida foram marcados por Hernane e Renato Abreu, de pênalti, e Kleberson descontou. O próximo jogo do Rubro-Negro será diante do Corinthians, às 21h50, no Engenhão. Já o Bahia terá pela frente o Fluminense, nesta quinta-feira, às 21h, também no Engenhão.









O primeiro tempo foi bastante movimentado em Pituaçu. O Bahia, jogando em casa, tentava se impor desde o início buscando as jogadas em velocidade pelos dois lados do campo. Quem mais se destacava nas tramas ofensivas era o meia Kleberson, dispensado pelo Flamengo, que enfrentava o ex-clube pela primeira vez.

Aos cinco minutos, o Flamengo deu seu primeiro chute com Ibson, que arriscou fraco de fora da área. O Bahia respondeu com Mancini, aos 13, em chute rasteiro sem muito perigo. Os dois times corriam muito, mas eram pouco objetivos na conclusão dos lances. Aos 14 minutos, o volante Fahel levou o amarelo e desfalcará o Bahia no próximo jogo, diante do Fluminense.

Aos 18, Luiz Antonio fez boa jogada pela direita, mas na sequência fez falta e acabou levando o cartão amarelo, jogada que geraria confusão, pois no mesmo lance, Airton acertou um chute no adversário e sequer foi punido. O Bahia voltou a pressionar um minuto depois em bom chute de Gabriel, mas depois o time de Joel Santana passaria a dominar a partida.

A partir dos 20 minutos, o Flamengo promoveu uma blitz. Hernane quase concluiu boa jogada de ataque e Renato cruzou bolas perigosas na área baiana. Melhor em campo, o gol rubro-negro era questão de tempo e aconteceu aos 30. Ramon desceu pela esquerda e cruzou para a área. O zagueiro Titi afastou mal, Hernane pegou o rebote e bateu forte, no canto esquerdo do goleiro Marcelo Lomba para fazer 1 a 0 para o Flamengo.

O gol animou a equipe carioca, que quase ampliou em boa jogada de Ibson, aos 34. No entanto, o Flamengo acabou se expondo demais e, em uma falha de marcação, acabou levando o empate. Gabriel recebeu ótimo lançamento pela esquerda e cruzou na pequena área na medida para Kleberson, livre, abrir o placar de carrinho:1 a 1.

Empurrado pela torcida, o Bahia passou a assustar nos contra-ataques e aos 43 poderia ter virado o placar não fosse Luiz Antonio, que matou jogada de Mancini com falta. Como já tinha o amarelo, o volante, que estava improvisado na lateral-direita foi expulso. No finalzinho da primeira etapa, Ramon fez boa jogada pela esquerda, mas o placar se manteve até o intervalo.

O Bahia voltou para o segundo tempo disposto a buscar a vitória. A primeira oportunidade veio aos oito minutos, em chute de longe de Fabinho. No lance seguinte, Kleberson exigiu boa defesa de Paulo Vitor em arremate de fora da área. Aos 11, Joel Santana resolveu ousar e colocou Diego Maurício no lugar de Adryan, deixando o Fla mais ofensivo. O efeito não foi imediato, mas daria certo mais tarde. Em cruzamento perigoso, Danny Moraes subiu e Paulo Vitor defendeu em cima da linha. Dois minutos depois, o goleiro rubro-negro voltaria a fazer boa intervenção numa bomba de Gabriel.

Aos 17, Joel sacou Deivid, apagado na partida, e colocou Negueba para dar mais velocidade ao ataque. Na melhor chance do Bahia na segunda etapa, Souza chutou forte para boa defesa de PV, aos 21. Com mais mobilidade, o Flamengo chegaria ao empate aos 25, em uma jogada rápida de Ibson. O jogador invadiu a área e, ao chegar perto de Fabinho, cavou pênalti que o juiz Francisco Carlos do Nascimento marcou. Na cobrança, Renato Abreu bateu com categoria: 2 a 1. Na comemoração, houve um desentendimento do meia com Mancini e o Urubu Valente levou o cartão amarelo.

Desesperado pelo empate, o Bahia foi à frente e Falcão pôs o meia Vander, outro ex-Fla em campo, no lugar do volante Fabinho. Aos 30 minutos, Titi perdeu boa chance em cabeçada por cima do gol. Três minutos depois, Mancini arriscou uma bomba que tirou tinta do travessão. A última cartada de Falcão foi a entrada do veterano atacante Junior no lugar do volante Diones, mas já era tarde. Aos 48, Vander recebeu bola de Junior na área e mandou para o gol, mas estava impedido. O Flamengo conquistava sua primeira vitória fora de casa no Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
BAHIA X FLAMENGO

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 15 de julho de 2012 (Domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (FIFA-AL)
Assistentes: Fabiano Ramires (ES) e Otávio Araújo Neto (AL)

BAHIA: Marcelo Lomba, Fabinho (Vander), Danny Morais, Titi e Hélder; Fahel (Jones), Diones (Junior), Kleberson, Mancini e Gabriel; Souza.
Técnico: Paulo Roberto Falcão

FLAMENGO: Paulo Victor, Luiz Antonio, Marllon, Arthur Sanches e Ramon (Magal); Aírton, Ibson, Renato Abreu e Adryan (Diego Maurício); Deivid (Negueba) e Hernane.
Técnico: Joel Santana




fonte tupi.am
Postar um comentário