Translate

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Fornecedor suspende verba e obras do Museu do Fla estão paradas


Depois de investir R$ 10 milhões, Olympikus comunica por email que não repassa mais dinheiro até clube anunciar decisão sobre fornecedora


Por Janir JúniorRio de Janeiro


Cofre fechado: Patricia Amorim fecha arca que
será exposta no museu.(Foto: Nina Lima / VIPCOMM)

A indefinição sobre quem será a fornecedora de material esportivo do Flamengo já causa transtornos. Enquanto o clube protagoniza uma longa e arrastada novela para definir entre Olympikus e Adidas, a empresa atual mandou um email com o aviso de suspensão das verbas destinadas para as obras do museu. Com tudo parado, o cronograma da inauguração prevista para dezembro poderá se arrastar ainda mais.

- A Olympikus mandou um email para todos os profissionais envolvidos com o museu dizendo que estava suspendendo as verbas até ser resolvida a questão com a Adidas. Isso prejudica em termos de cronograma, mas não no projeto. Nossa posição é de aguardar, pois está tudo amarrado em contrato. Se a Olympikus não ficar, não vai investir; se continuar, vamos seguir – afirmou Mauro Chaves, consultor do Museu do Flamengo.

Com o impasse, o espaço fica novamente sem data para ser inaugurado. O primeiro projeto feito pela gestão anterior previa a inauguração para 2010, mas o espaço de três mil metros quadrados virou moradia de morcegos.

Com ajuda da Olympikus, a ideia era que estivesse em funcionamento no ano passado, mas o prazo novamente foi estendido. Recentemente, com as obras civis no fim, nova projeção foi feita para dezembro. Agora, está em aberto novamente.

Inicialmente, a fornecedora de material esportivo disponibilizou R$ 8 milhões para as obras. Mas, por conta da estrutura deteriorada, foi preciso abrir o cofre e o valor bancado pela Olympikus já ultrapassa os R$ 10 milhões.

O comunicado sobre a suspensão das verbas foi por email. Além de Mauro Chaves, o documento teve como destinatários empresas terceirizadas.

Enquanto isso, o Flamengo dá preferência à proposta oferecida pela Adidas para que seja a próxima patrocinadora e fornecedora de material esportivo do clube. A negociação, que ganhou ares de novela, ainda guarda alguns capítulos. A decisão terá que ser encaminhada e aprovada pelo Conselho Deliberativo.

O contrato com a Olympikus termina no fim de 2014. A empresa teme prejuízos, pois seriam dois anos em que torcedores e consumidores já estariam cientes de que os uniformes teriam uma nova marca. Por isso, a Olympikus espera o pagamento da multa rescisória de R$ 35 milhões para, caso o clube escolha a Adidas, encerrar o vínculo imediatamente.

fonte link

siga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário