Translate

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Artilheiro juvenil do Flamengo pode superar Messi em número de gols no ano




Douglas Baggio está a três do craque argentino Foto: Fábio Guimarães / Extra / Agência O Globo
Diogo Dantas


Começar a carreira pensando em chegar ao nível de um Messi, um Pelé, soaria arrogante para qualquer jogador. Mas e se esse atleta estivesse a poucos gols de igualar marcas importantes do Rei do futebol e do melhor jogador do mundo na atualidade?

É essa a fase de Douglas Baggio, atacante de 17 anos que vem brilhando no juvenil do Flamengo, e hoje pode superar o número de gols do camisa 10 do Barcelona na última temporada, no duelo contra o Olaria, pela Taça Rio, 11h.

— Quero chegar na meta do Messi, as pessoas tem comentado, e eu me sinto bem com isso — conta o jovem nascido em Recife.

Comparações à parte, os números não mentem. São 70 gols em 49 jogos, três a menos que o craque argentino no clute catalão, onde fez 73. No total da temporada, Messi fez 82 contando os jogos na seleção.

Se os feitos de Messi aos 25 anos incitaram comparações com Pelé, que em sua primeira temporada nos profissionais, com 17 anos, fez 77 gols, também contando a seleção, Douglas aparece bem na fita.

Ele é artilheiro do Estadual com 44 gols, marcou sobre todos os grandes rivais e tem brilhado em outros torneios com gols lindos, de voleio e bicicleta.

— Esse ano eu começei muito bem , não passei dois jogos sem marcar, sempre mantendo a média — lembra o garoto de 1,70m, que fez mais de 1,5 gol por partida, alguns de cabeça.

As atuações já lhe renderam elogios internamente pela comissão técnica de Dorival Júnior, que olha com carinho a revelação. Em 2013, Douglas vai para os juniores e pode ganhar chance no time de cima.

O Artilheiro das Decisões, apelido que ganhou recentemente, o atacante pode ter mais uma contra o Vasco no Estadual. Para se ter ideia, o goleador do Fluminense tem 18 gols.

Baggio ignora até a maldição do número nove que rondou os atacantes profissionais como Deivid e Vagner Love, e a sina de perdedor de pênalti em final de Copa do Mundo, do italiano Roberto Baggio, que inspirou o nome do artilheiro flamenguista.

A julgar pela média de Douglas, o desafio de chegar aos números recordes de Messi não será dos mais complicados, já que o jogador terá algumas oportunidades até o fim do ano no Brasileiro da categoria.

Resta saber se o Flamengo terá um craque para lhe dar títulos no futuro.


fonte link



siga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário