Translate

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Membros de organizada do Fla são presos em operação da Polícia Civil


Presidente da torcida, acusado de participar de assassinato de vascaíno em agosto, está entre os presos em flagrante


Por Rafael CavalieriRio de Janeiro

A operação “Fair-play” da Divisão de Homicídios da Polícia Civil, realizada desde o fim da noite dessa quarta-feira, prendeu, até o momento, 11 acusados de crimes de corrupção, fraude e também contra outras pessoas. Todas as prisões foram em flagrante, e, entre os presos, está Carlos Renato Silva Santos. Conhecido como Macedo, o presidente da Torcida Jovem do Flamengo é acusado de participar do assassinato do vascaíno Diego Martins Leal, em agosto, em Tomaz Coelho, no subúrbio do Rio.

Dos 11 presos, apenas um não tinha contra ele o mandado de prisão, mas sim o de busca e apreensão. As prisões começaram a ser efetuadas no Norte e no Sul do estado. O acusado Fernando Porto de Oliveira, por exemplo, foi preso em Volta Redonda e chegou ao Rio de Janeiro de helicóptero.

A polícia lacrou a sede da Jovem Fla, no Centro, e apreendeu computadores, documentos e um cofre.

Confira os nomes dos presos na Divisão de Homicídios da Polícia Civil, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro: Anderson Mendes da silva, o Padrinho; Afonso Ribeiro da Silva Júnior, o Afonsinho; Felipe Ventura dos Santos Silva, o Felipinho; Leonardo Oliveira dos Santos, o Leo; Thiago de Oliveira Ramos, o Noturno; Diego da Silva Antunes; Alan Flores da Costa, o Fininho; Thiago Bruno Mendonça, o Thiago Milícia; Fernando Porto de Oliveira; Alexandre de Oliveira Medeiros, o Corredor; e Carlos Renato Silva Santos, o Macedo.



fonte link


siga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário