Translate

sábado, 15 de dezembro de 2012

Novo vice jurídico do Flamengo é da Procuradoria Geral do Estado

Nova gestão confirma Flávio Willeman no cargo e descarta conflito ético, afirmando que procurador não atuará em ações envolvendo o poder público

Por Vicente SedaRio de Janeiro


Novos gestores farão reunião na segunda-feira
(Foto: Vicente Seda / Globoesporte.com)

Flávio de Araújo Willeman, da Procuradoria Geral do Estado (PGE), é o novo vice-presidente jurídico do Flamengo. A assessoria do presidente eleito Eduardo Bandeira de Mello confirmou oficialmente o procurador, que será apresentado à diretoria na segunda-feira, em reunião que envolverá todos os vice-presidentes e terá em pauta o orçamento para 2013. Quem também deve ser anunciado como vice de relações externas, cargo ocupado por Walter Oaquim na gestão Patrícia Amorim, é Flávio Godinho, executivo da EBX que fará parte do conselho gestor do futebol rubro-negro. Godinho, executivo ligado a Eike Baptista, teria participado diretamente da escolha de Willeman.

A nomeação de Willeman, também professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) levanta a possibilidade de conflito ético, já que o Flamengo tem ações nos tribunais em que é adversário do poder público. Questionado sobre o tema, o procurador respondeu através da assessoria de Bandeira de Mello. A comunicação do clube informou que "de todas as carreiras do Poder Judiciário, apenas juiz, promotor e defensor opúblico estão proibidos de adevogar para qualquer outra empresa que não seja o Estado. A partir daí, incluindo procurador, pode advogar para qualquer empresa e o Flávio advoga para outras empresas. Neste caso, ele advoga em qualquer outra ação que não envolva o poder público, Se envolver, ele é proibido de atuar. Como o Flamengo terá diversos outros advogados, isso não será problema.

Orçamento atrasado

Na reunião dos vice-presidentes na segunda-feira, também será decidido como será conduzido o orçamento para 2013. O presidente do Conselho de Administração, Maurício Gomes de Mattos deveria ter recebido o documento da diretoria de Amorim no dia 15 de novembro mas, a pedido da atual gestão, prorrogou o prazo para 15 de dezembro. Como caiu neste sábado, ficou para o dia útil seguinte, segunda-feira. O presidente do poder, porém, já antecipou que dará nova extensão de prazo a Bandeira de Mello se ele desejar, o que será pedido para que os novos vice-presidentes possam formular um planejamento adequado às projeções do grupo que venceu a eleição presidencial em 3 de dezembro.



fonte link


siga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário