Translate

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Cleber Santana continua no Flamengo por mais 15 meses




Vínculo de empréstimo do meia com o clube acabava na noite desta quinta-feira. Pré-contrato de 15 meses será registrado nesta sexta



Pedro Leanza - 31/01/2013 - 23:25 Rio de Janeiro (RJ)

Cleber Santana continua no Flamengo por mais 15 meses (Foto: André Portugal)

Autor de um golaço no clássico contra o Vasco, o meia Cleber Santana tinha contrato de empréstimo com o Flamengo até o fim desta quinta-feira. O jogador assim que chegou à Gávea, porém, assinou um pré-contrato de 15 meses com o Rubro-Negro. Logo após a vitória sobre o arquirrival, Paulo Pelaipe, diretor executivo de futebol do Fla, garantiu que o clube irá registrar o novo contrato do atleta nesta sexta-feira.

– Nós iremos regularizá-lo nesta sexta-feira de manhã. O André Galdeano (advogado do Flamengo) está tratando disso. O Cleber Santana é importante para o grupo e Dorival Júnior quer que ele continue – disse.

O acordo para a extensão do vínculo foi assinado na época em que Zinho era o diretor de futebol do Flamengo, em setembro de 2012. E, segundo Pelaipe, já havia sido acertado que o clube registraria o novo contrato com o jogador antes mesmo do triunfo sobre o Cruz-maltino.

- Já estava tudo certo antes deste jogo. O Cleber foi emprestado pelo São Paulo e, ao fim deste empréstimo, nós poderíamos renovar com ele por mais 15 meses. É isso o que estamos fazendo - comentou.

Embora Cleber Santana tenha sido emprestado pelo Tricolor paulista, o jogador, antes de chegar à Gávea, estava no Avaí, clube com o qual o Flamengo ainda tem uma dívida referente a sua contratação. O débito, inclusive, tem sido discutido entre os dirigentes de ambos os clubes constantemente. No início deste ano, cogitou-se o retorno do meia à equipe catarinense, caso o Flamengo não conseguisse quitar a dívida.

João Zunino, presidente do Avaí, já emitiu duas notas oficiais reclamando do débito que o Flamengo tem com o clube catarinense. A contratação de Cleber Santana - e Renato Santos, que também atuava pelo clube catarinense e se transferiu para o Rubro-Negro - custou R$ 3,2 milhões, que foram divididos em quatro parcelas de R$ 800 mil. O clube da Gávea, por sua vez, pagou apenas uma parcela e meia. O restante do valor segue em atraso.




Fonte Link


Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário