Translate

domingo, 24 de março de 2013

Com 50 processos, Flamengo teve aumento de 117% de dívidas governamentais em três anos



Bandeira de Mello assume um clube atolado em dívidas Foto: Ivo Gonzalez / O Globo
Raphael Zarko


Para conseguir a liberação das receitas de patrocinadores e futuros adiantamentos de cotas de transmissões de TV, o Flamengo corre para se reorganizar na área jurídica. A tarefa não é nada simples. Recentemente, no futebol carioca, apenas o Fluminense provou que se adequava no recolhimento de impostos e encargos tributários com o governo, o que levou o clube a conseguir um parcelamento de dívidas anteriores com o governo. Mas a situação na Gávea é mais complicada. Ao todo, somente na Justiça Federal, o clube soma 50 processos com a Receita, a União e a Fazenda Nacional. De acordo com o último balanço do clube, a dívida com órgãos governamentais chega quase a R$ 80 milhões.

O novo corpo jurídico rubro-negro ainda não se manifesta sobre a estratégia para conseguir a liberação na Justiça Federal do Rio. No fim de 2012, o Vasco, que tem ainda mais a pagar ao governo que o rival (com débitos de R$ 85 milhões de encargos tributários), teve negado diversos pedidos de redução da penhora, que hoje é de 100%. O clube de São Januário tentava redução para 2,5%.

O levantamento da consultoria Ernst & Young, uma das maiores empresas de auditoria do mundo, ainda vai levar pelo menos dois meses para ficar pronto. Mas a falta que quase R$ 30 milhões penhorados fazem ao dia a dia da Gávea provoca calafrios. Por enquanto, o clube se vira com empréstimos, como os cerca de R$ 6 milhões investidos pelo grupo do empresário Carlos Leite na compra de 50% dos direitos econômicos de Gabriel.

Nos últimos dias, os pagamentos de atrasados saíram de recursos de dois adiantamentos: um do novo contrato assinado com a Adidas, outro pedido pela ex-presidente Patrícia Amorim, no fim de 2012.

Dívidas sem fim

Total

O Flamengo deve, ao todo, mais de R$ 488 milhões, segundo último balanço do clube. O relatório é referente ao segundo ano de mandato da gestão Patrícia Amorim, que ainda tem um novo balanço a ser publicado em abril deste ano.

R$ 27 milhões

É o valor que o clube tem penhorado hoje somente na Justiça Federal. No total, são 50 processos no JFRJ. Alguns de gestões do fim dos anos 1990 ainda.

117% de aumento

Contando dívidas de falta de recolhimento de FGTS, PIS, INSS, além de débitos municipais e estaduais, como IPTU e ISS, o clube cresceu a dívida de R$ 34 milhões em 2009 para R$ 74 milhões até o último ano (2011).

Outros processos

No TJRJ, o Flamengo responde a outros inúmeros processos. Somente cíveis, são mais de 150. Em "Dívidas ativas municipais", quase 300 ações. Algumas do século passado.

Timemania

Líder em apostas na loteria criada pelo governo (mais de 6 milhões de marcações no jogo), o clube só recebeu R$ 1,6 milhão em 2012.



Fonte Link


Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário