Translate

sábado, 2 de março de 2013

Torcida do Fla ignora chuva, fecha trânsito e faz festa para inaugurar estátua de Zico na Gávea




Zico posa para fotos após inaugurar estátua em sua homenagem na sede do Flamengo
Pedro Ivo Almeida
Do UOL, no Rio de Janeiro



A torcida do Flamengo não esperou o aniversário de Zico - neste domingo, dia 3 - para festejar o maior ídolo de sua história. Em evento realizado neste sábado, na sede da Gávea, os rubro-negros fizeram uma enorme celebração em homenagem ao "Galinho".

Os torcedores ignoraram a forte chuva que atingiu o Rio de Janeiro nesta manhã, fecharam o trânsito nas proximidades da sede e reviveram o clima de arquibancada para inaugurar a estátua em tamanho natural do eterno camisa 10.

Sede lotada e clima de arquibancada nas ruas da zona sul do Rio de Janeiro


Torcedores do Flamengo lotaram os arredores da sede da Gávea em festa por 60 anos de Zico

Presentes nos arredores da sede desde o início da manhã, os rubro-negros cantavam e pulavam com se estivesse em estádios de futebol para exaltar seu maior ídolo. E Zico não conteve a emoção.

"É até difícil falar alguma coisa a vocês neste momento. E o que me deixa mais feliz é saber que este movimento foi espontâneo e partiu de vocês. Só posso agradecer por cada um que saiu de casa e veio aqui me prestigiar", disse Zico, rapidamente, na sacada da Gávea, antes de descer a escadaria e inaugurar a própria estátua na calçada da fama rubro-negra.

"Natal rubro-negro"

E a emoção também tomava dos torcedores. Para muitos, o fim de semana de comemorações era comparado ao natal. "Esta aqui é nossa data sagrada. O Zico é nosso Deus. O Flamengo deve tudo que tem a ele. Só falta a nossa ceia", disse o empresário Rogério Feitosa, de 54 anos, que deixou a cidade de Juiz de Fora ainda na madrugada para chegar ao evento.

"Foi uma verdadeira peregrinação. É uma data santa", complementou o fã, que não escondeu as lágrimas quando Zico chegou ao local.

Ex-goleiro completa 100 anos em dia de festa para Zico e comemora com ídolo


A manhã de sábado não foi de festa apenas para Zico. Quem também aproveitou as celebrações na sede da Gávea foi o ex-goleiro do Flamengo Fernandinho, que completou 100 anos neste dia 2 de março. O camisa 1 da década de 30 fez festa junto com seu ídolo em uma celebração com direito a bolo, camisas personalizadas e até a apresentação da tradicional Charanga rubro-negra, torcida, mais antiga do clube (veja a matéria completa no UOL Esporte)


Comparações com Ronaldinho

Nem tudo, porém, foi festa na Gávea na manhã deste sábado. Primeiramente, a torcida ensaiou um xingamento a ex-presidente Patricia Amorim. Rapidamente, Zico fechou o semblante, demonstrou imsatisfação e pediu que os rubro-negros interrompessem.

"Hoje é dia de festa. Por favor, vamos parar com isso e apenas exaltar o Flamengo", disse. E o pedido de seu "GRANDE JOGADOR" foi uma ordem para a torcida, que logo interrompeu as ofensas e retomou os cantos de arquibancada.

Na sequência, no salão que serviu de palco para a entrevista coletivo do ídolo, torcedores não se conformaram por serem barrados e chegaram a comparar a festa de Zico com a chegada de Ronaldinho Gaúcho, no início de 2011.

"Isso é um absurdo. Para o Ronaldinho, que cuspiu na nossa cara, fizeram festa e até abriram o campo. Eu to no clube desde cedo e não consegui dar um abraço no Zico. Não vou aceitar sair daqui. Temos que lotar esse auditório para festejar nosso ídolo de verdade", disse um sócio do clube mais exaltado.


Torcedores do Flamengo fazem festa na Gávea para comemorar aniversário do ídolo Zico, que faz 60 anos no domingo Alexandre Vidal/Fla Imagem


Fonte Link


Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário