Translate

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Com horário maleável, Adriano treina fora do Flamengo e previsão de volta é um mês







O atacante Adriano conseguiu cumprir o prazo estabelecido pelos médicos para se recuperar da cirurgia no tendão de Aquiles do pé esquerdo. Depois de três meses e onze dias, uma exame realizado essa semana diagnosticou a cura do local lesionado.

Agora, o desafio é tão grande quanto. O jogador tem um mês para fazer a transição da fisioterapia para a preparação física e estar apto a voltar a jogar futebol.

O prazo foi dado pelo fisiologista do Flamengo, Claudio Pavanelli, que supervisiona a segunda etapa do tratamento do Imperador.

- Essa fase de transição deve durar um mês. Depende dele – disse o especialista.

Realizada fora do CT Ninho do Urubu por decisão do próprio atacante, as sessões de recuperação tem horários maleáveis, mas ainda contam com o auxílio de um fisioterapeuta rubro-negro.

A mudança foi motivada pela grande exposição de Adriano e do Flamengo quando o atacante não comparecia a uma sessão de fisioterapia no Ninho do Urubu.

A repercussão negativa fez o clube lavar as mãos sobre as indisciplinas, já que o jogador não tem contrato. Ao mesmo tempo, há uma ameaça de a parceria ter o fim precoce caso novos problemas aconteçam.

Os profissionais do Flamengo encarregados de apoiar o jogador na recuperação estão aliviados com o novo formato. Agora, não é mais necessário marcar ponto no CT e o jogador não aparecer. Quando Adriano vai treinar, liga para o fisioterapeuta, que o encontra no local combinado.

No momento, o atacante tem feito academia e caixa de areia na praia. O contato com a bola usado para motivá-lo nos treinos que acontecia no Ninho do Urubu é o único prejuízo para a recuperação.

Fonte: Jornal Extra
Postar um comentário