Translate

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Vagner Love sofre após saída de Ronaldinho e amarga maior jejum de gols no Fla





A saída de Ronaldinho Gaúcho agradou diretoria, torcida e parte do elenco do Flamengo. Para muitos, o jogador representava boa parcela dos problemas que afetavam o clube. No entanto, um atacante não tem motivos para festejar a polêmica rescisão do ex-camisa 10 com o rubro-negro. Conhecido pela alta média de gols, Vagner Love viu seus números caírem drasticamente desde então e amarga seu maior jejum de gols pelo time da Gávea.



Há seis partidas sem balançar as redes - a última vez foi contra o Coritiba, no dia 9 de junho -, o "Artilheiro do Amor" ainda convive com a péssima média de 0,22 gols por jogo desde a saída de Ronaldinho. Em nove oportunidades, ele marcou apenas duas vezes.

Em números gerais, Vagner Love ainda viu a média de 0,76 gols por jogo despencar para 0,57 por partida. No período sem Ronaldinho, o atacante ainda viu seus companheiros marcarem mais 11 vezes, sendo que em nenhuma delas a bola passou pelo seu pé antes de balançar as redes.

Ainda que não fale abertamente sobre o assunto, o jogador usa o posicionamento do time utilizado pelo ex-treinador Joel Santana para justificar o péssimo rendimento nas últimas partidas. "Ficar sozinho lá na frente é difícil. A bola não chega nunca. Tem que ver isso aí. Temos jogadores para fazer a ligação, mas eles não são utilizados da maneira correta", reclamou, durante entrevista na beira do campo após o jogo contra o Corinthians, na última quarta-feira.

Mas apesar de toda a insatisfação e das reclamações nas partidas anteriores, Vagner Love poderá ter seu problema resolvido já para o jogo desta quinta-feira, contra a Portuguesa. O técnico interino do rubro-negro, Jaime de Almeida, reconheceu o problema tático e avisou que irá utilizar uma formação para solucionar a falta de ligação entre o meio e o ataque.



"Acredito mesmo que o Vagner não estava atuando em condições favoráveis. Testei uma formação justamente para resolver isso. Com Mattheus no meio e Adryan auxiliando no ataque, acho que teremos mais oportunidade. Para o time e para ele", explicou o interino, que ficará na beira do campo enquanto o novo técnico, Dorival Junior, acompanhará o duelo dos camarotes do Engenhão.

Jaime de Almeida ainda evitou o mistério e confirmou os companheiros de Vagner Love que terão a missão de acabar com o jejum do camisa 99 e conseguir uma vitória para espantar a crise que ronda o clube. Com uma formação ofensiva, o Flamengo irá para o jogo desta quinta com Paulo Victor; Léo Moura, Marcos González, Welinton e Ramon; Airton, Luiz Antônio, Ibson e Mattheus; Adryan e Love.

fonte uol.com


Postar um comentário