Translate

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Encontro marcado: ex-Fla do Bahia encaram antigo clube no domingo


Agora no Bahia, Marcelo Lomba, Vander, Kleberson e Souza vão reencontrar o antigo clube no domingo




Pituaçu terá uma tarde de reencontros no próximo domingo. Enquanto Joel Santana voltará ao estádio pela primeira vez depois de trocar Salvador pelo Rio de Janeiro, quatro tricolores que fizeram o caminho contrário irão enfrentar um adversário bem conhecido. Marcelo Lomba,Kleberson, Vander e Souza já vestiram a camisa do Flamengo, foram treinados pelo atual treinador do Rubro-Negro e querem ajudar o Bahia a conquistar a segunda vitória na Série A do Campeonato Brasileiro.

O vermelho e preto vai ficar somente na memória e na camisa dos adversários. Do quarteto, três são titulares. O único reserva é Vander, que, curiosamente, é o único dos quatro que foi revelado pelo Bahia e teve passagem de um ano na Gávea.

No Rio de Janeiro, Vander teve um bom início de temporada no ano passado. No entanto, uma fratura na fíbula da perna direita e um edema ósseo deixaram o jogador fora de campo por sete meses. No total, foram apenas oito partidas com a camisa do Flamengo.

Enquanto Vander foi revelado pelo Bahia e acabou emprestado ao Flamengo, Marcelo Lomba fez o caminho inverso. Reserva de Bruno, assumiu a camisa um do Rubro-Negro em momento conturbado e, no ano passado, foi colocado à disposição para empréstimo pelo técnico Vanderlei Luxemburgo.

No Bahia, Lomba fez um bom Campeonato Brasileiro. Foi eleito o melhor goleiro da competição e, este ano, conquistou o título estadual. Ao final da competição, rescindiu o contrato

com o time carioca e assinou com o Bahia.





Como estava emprestado no ano passado, o goleiro não pôde enfrentar o time que o revelou. Portanto, esta será a primeira vez que estará frente a frente com os flamenguistas. Situação que, de acordo com o jogador, não interfere em nada.

- Se meu atual clube precisa vencer, é o mais importante, e eu vou colocar todas as minhas forças para conseguir esses três pontos que se tornam essenciais na nossa caminhada. É mais um jogo. Não vejo o Flamengo como algo diferente na minha vida. Hoje eu sou jogador do Bahia. Vou reencontrar amigos meus que não via há bastante tempo, mas isso vai ficar de lado. Os meus amigos e companheiros são os que vestem a camisa do Bahia hoje – garante.

Caveirão torcedor

Enquanto Marcelo Lomba tem uma ligação forte por ter sido revelado pelo Flamengo, Souza não fica atrás. O atacante foi contratado pelo clube carioca em 2007 já no auge da carreira. Era a realização de um sonho para quem sempre foi um flamenguista declarado.








Contratado como grande reforço para a Libertadores da América daquele ano, Souza não teve um bom início. Mas depois de ser bastante cobrado pela torcida, o atacante deu a volta por cima no estadual. Marcou contra o Madureira, na final da Taça Guanabara, e contra o Botafogo na decisão do Carioca.

No entanto, o jogador não teve sucesso durante o Campeonato Brasileiro de 2007. A falta de gols continuou no ano seguinte e Souza foi vendido ao Panathinaikos-GRE. Apesar de ter se despedido da Gávea com um até logo, na esperança de retornar ao Flamengo um dia, o atacante garante que enfrentar o clube carioca não tem inspiração especial.

- Sempre é motivante enfrentar o Flamengo ou qualquer outro clube do futebol brasileiro – afirmou.

Mais novo no ninho

Dos ex-flamenguistas no Bahia, o caçula é Kleberson. O volante rescindiu contrato com o Flamengo no meio de junho e, em seguida, foi apresentado como reforço pelo clube baiano. Entre a chegada e a despedida, o volante viveu momentos de altos e baixos com a camisa vermelha e preta.

Com o status de pentacampeão mundial, Kleberson foi contratado pelo Flamengo em 2008. O ar rubro-negro ajudou o volante a reencontrar o futebol e ser convocado pela Seleção Brasileira mais uma vez. Além disso, ele marcou dois gols na decisão com o Botafogo que garantiu o título carioca ao Flamengo.





No ano seguinte, Kleberson participou da campanha do título brasileiro, mas em 2011 foi classificado como dispensável pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. Após um empréstimo ao Atlético-PR, o jogador retornou ao Flamengo no início deste ano e só teve espaço com a chegada de Joel Santana. Mesmo correspondendo em campo, foi colocado à parte e terminou rescindindo o contrato.

- Eu vivi momentos muito bons no Flamengo, tive várias conquistas. O Flamengo abriu as portas para mim em 2007 e me ajudou a conquistar a vaga na Copa do Mundo. Fico muito feliz pelos momentos que vivi lá. Hoje estou no Bahia, defendendo os interesses do meu clube, e vou estar bastante motivado para ajudar minha equipe. Vou dar o meu melhor para ajudar o Bahia – diz.

Com tantos ex-rubro-negros no Tricolor, a esperança da torcida do Bahia é de que, no domingo, o quarteto se inspire nos melhores momentos da carreira. Do outro lado, os flamenguistas esperam que a boa fase do Rio de Janeiro não inspire os jogadores dentro de campo. E só no domingo, no início da noite, para saber quem levará a melhor.

FONTE :GLOBO.COM




Postar um comentário