Translate

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Flamengo consegue mais uma vitória na Copa Minas-Brasília sub-17


Rubro-negros passam pela equipe do Lance Livre, de Brasília, e seguem invictos


O Flamengo segue invicto na Copa Minas-Brasília sub-17 de basquete, em Brasília. Depois de vencer os dois jogos da estreia, a equipe passou pelo Lance Livre, de Brasília, por 64 x 42, na manhã dessa terça-feira (17.07), pela terceira rodada. Na quarta-feira (18.07), o Rubro-negro terá mais uma rodada dupla: às 10h15 enfrenta o Sport Recife, no encerramento do primeiro turno, e, às 16h15, enfrenta o Minas, na abertura do returno. As duas equipes com mais vitórias fazem a final no sábado (21.07).





O jogo dessa terça-feira começou equilibrado, mas, a partir do segundo quarto, o Flamengo passou a imprimir seu ritmo e abriu uma boa vantagem, conseguindo mantê-la até o fim. O rubro-negro Junio Duval foi o cestinha, com 16 pontos. A equipe ainda contou com a volta do armador Gabriel Guedes, recuperado de uma entorce no tornozelo direito.


"Mais uma vez conseguimos impor nosso ritmo na partida. Estamos contando com 12 jogadores que pensam juntos, como uma equipe, e o time consegue manter sua força e o ritmo de jogo nas substituições. Isso está fazendo a diferença", explicou o técnico Leonardo Bruno, destacando a ajuda do assistente Álvaro Sant´Anna, ex-jogador do clube. "Desde o ano passado, ele vem me ajudando muito e agora se tornou meu assistente direto", completou.


Para o próximo desafio, o treinador espera um jogo duro contra o Sport.


"O time do Sport tem um bom nível técnico, assim como a maioria das equipes do Nordeste, conta com muitos jogadores de baixa estatura, mas que são muito rápidos e habilidosos. Vai ser outro jogo duro, mas vamos tentar impor nosso ritmo desde o começo", afirmou o técnico.


O treinador não se preocupa com o fato do time fazer dois jogos no mesmo dia:


"Esse torneio é assim e, por causa disso, os quartos são menores, com oito minutos cada um. Além, disso, as equipes são obrigadas a fazer substituições em cada quarto, ou seja, um jogador não pode atuar nos quatro períodos. É claro que é desgastante, principalmente na parte mental, mas fizemos uma boa preparação física e temos aqui o acompanhamento do nosso fisioterapeuta, Vitor Pessanha, que está bem atento ao desempenho dos jogadores", finalizou Leo Bruno.


fonte flamengo.com
Postar um comentário