Translate

sábado, 28 de julho de 2012

Renato sai em defesa de Love: ‘todos têm que tentar fazer o gol’


Meia lamenta as chances que têm sido desperdiçadas e diz que a obrigação de marcar tem que ser do elenco inteiro e não somente de um único jogador



Com muita personalidade e humildade, Renato Abreu reconheceu que o Flamengo não vive uma boa fase. O ídolo rubro-negro, e um dos mais experientes atletas do elenco, acredita que a chegada de Dorival deve acertar o time.

"O Flamengo tem um belo elenco, que se formou este ano e ainda tem muito a dar, a produzir, a crescer. Temos que ter uma sequência de vitorias. O time está atacando, mas o problema é que a bola não entra. Futebol é assim, às vezes não há muitas chances de fazer o gol. As dificuldades são muito grandes", analisa o meia rubro-negro.

A retranca dos adversários, fato que Renato diz acontecer com o Flamengo na maioria dos jogos, é uma dificuldade a mais a ser superada.

"Hoje é difícil. Futebol não se ganha mais com camisa. O Flamengo tem o peso da camisa, mas futebol se ganha jogando. O problema é que o Flamengo entra sempre como favorito. A gente acaba tendo que sair para o jogo. Temos que jogar. Sair para jogar e, assim, a gente acaba errando mais, acaba ficando mais nervoso", justifica Renato, que revela em seguida o que imagina ser a fórmula para reverter a má fase e retomar o caminho das vitórias.

"Nós, jogadores, não podemos deixar de treinar. O Flamengo é nossa segunda família. Ficamos mais aqui do que em casa. Temos que ter a humildade de saber que o momento não é bom. Só uma boa sequência de vitórias pode trazer tranquilidade ao grupo. Temos que trabalhar mais. Temos que treinar mais", enfatiza Renato.

O jejum de Vágner Love, que diante da Portuguesa (26.07) completou sete jogos sem fazer gol, também preocupa. Para Renato, a cobrança somente em cima do atacante é ruim, e a responsabilidade de marcar deve ser dividida com o restante do elenco.

"O Vágner não esta fazendo gols, outros não estão. Não podemos esperar só do Vágner. Todos têm que tentar fazer o gol. O Ibson, o Adryan, o Matheus, eu, todos temos que tentar. É injusta essa cobrança só em cima do Vagner para fazer gols. Isso ó piora as coisas", considera.

O próximo compromisso Mais Querido será no domingo (29.07), diante do São Paulo, às 16h, no Morumbi. O Flamengo ocupa a 10ª posição do Campeonato Brasileiro, com 16 pontos somados.



fonte flamengo.com
Postar um comentário