Translate

segunda-feira, 4 de março de 2013

Voloch: Flamengo precisa ter cautela, agir com a razão e prestigiar Dorival Júnior





Bruno Voloch


É preciso ter cautela e acima de tudo agir com a razão e não com a emoção.

A derrota para o Botafogo não significa que tudo esteja errado no Flamengo e que a boa campanha em 2013 seja simplesmente ignorada.

Evidente que fica no ar uma enorme frustração para o torcedor.

Dorival Júnior errou.

Escalar Carlos Eduardo de início talvez tenha sido o maior pecado do técnico. Se ele mesmo declarou que o jogador não tinha condição de jogar os 90 minutos, deveria ter escalado alguém em melhores condições e se fosse o caso usar Carlos Eduardo no segundo tempo.

Não foi assim.

É claro que o Flamengo não perdeu só por causa de Carlos Eduardo, mas que a escalação do meia prejudicou o rendimento da equipe, não tenho dúvidas.

Reconhecer os méritos do adversário é sinal de grandeza e todos no Flamengo foram unânimes em afirmar que o Botafogo foi melhor. O gol com 1 minuto ‘matou’ o esquema de Dorival Júnior. O time não soube sair do forte esquema de marcação e caiu.

O que não dá é achar que a partir de agora tudo está errado, que Rafinha não serve, que Hernane não seja o jogador ideal, que a zaga seja frágil e que o Flamengo não tenha um camisa 10.

Não dá para esquecer que com essa mesma equipe o Flamengo venceu o próprio Botafogo e ganhou o Vasco por 4 a 2.

Dorival Júnior sempre deixou claro que o time estava em formação e a derrota não desmentiu o treinador.

A realidade aponta que o Flamengo não é melhor nem pior que ninguém, talvez igual aos demais grandes do Rio.

Fato é que no primeiro grande teste de 2013 o Flamengo foi reprovado.

A partir da derrota, o clube terá que provar na prática que definitivamente mudou.

O trabalho precisa seguir naturalmente, sem desespero e pressão fora de hora.

A cobrança sempre irá existir, afinal trata-se de Flamengo, mas a coerência tem que prevalacer.



Fonte Link



Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário