Translate

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Da raiva à 'saudade': desempenho do Fla caiu após a saída de Ronaldinho

Aproveitamento caiu de 60% para 42%, e realidade hoje é brigar contra o rebaixamento


Pedro Leanza - 26/09/2012 - 12:00 Rio de Janeiro (RJ)

Ronaldinho comanda o vice-líder Atlético-MG, após passagem positiva em campo pelo Flamengo (Foto: Ramon Bitencourt)

Recepcionado por cerca de 20 mil torcedores quando chegou ao Flamengo, em janeiro de 2011, Ronaldininho viveu uma relação de amor e ódio no clube, principalmente com a torcida rubro-negra. Gostem ou não do jogador, os flamenguistas têm que conviver com um fato: enquanto Ronaldinho esteve em campo, o time da Gávea teve um aproveitamento muito superior ao da equipe sem ele.

Com R10 no time, o Rubro-Negro conquistou 60% dos pontos disputados: foram 72 jogos oficiais, com 35 vitórias, 25 empates e 12 derrotas. Desde que o atleta saiu do Flamengo, a equipe da Gávea disputou 23 partidas, todas pelo Campeonato Brasileiro, com um aproveitamento de 42% apenas: 8 vitórias, 5 empates e 10 derrotas.


Fora a disparidade nos aproveitamentos, Ronaldinho Gaúcho conquistou com o Fla o Campeonato Carioca, em 2011, de maneira invicta, além de ter ajudado a classificar o time para a fase preliminar da Copa Santander Libertadores de 2012.

Desde a saída via Justiça, no dia 31 de maio, Ronaldinho e Flamengo seguiram caminhos diferentes no Campeonato Brasileiro. Enquanto o Rubro-Negro convive com a ameaça de rebaixamento, o jogador vive boa fase com o Atlético-MG, vice-líder da competição, e tem como principal jogador o camisa 49.

Agora em lados opostos, Flamengo e Ronaldinho se enfrentam nesta quarta-feira, às 22h, no Engenhão, em jogo reprogramado da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. A torcida rubro-negra esgotou desde as 13h de terça os ingressos, e o estádio deve receber cerca de 40 mil pessoas esta noite.


COM A PALAVRA
Thiago Bokel, editor do LANCE!


"É claro que o Ronaldinho faz falta ao Flamengo, principalmente pelo atual momento do time. Mas se ele tivesse no clube até hoje, o Rubro-Negro estaria pior em tranquilidade e melhor em qualidade dentro de campo."


fonte link



siga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário