Translate

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Patricia Amorim espera por vice para anunciar candidatura à presidência

Intenção é definir o nome até o fim da semana para divulgar, no sábado, nomes que irão compor a chapa. Sylvio Capanema, atual presidente do CD, tem preferência

Bruno Braga, Eduardo Mendes e Roberto Murad - 26/09/2012 - 07:02 Rio de Janeiro (RJ)

Patricia Amorim disputará eleição no fim do ano (Foto: Paulo Sergio)

O anúncio da candidatura de Patricia Amorim à presidência do Flamengo depende apenas da escolha do vice. A intenção é definir o nome até o fim desta semana para, no sábado, divulgar os nomes que irão compor a chapa que tentará a reeleição no fim do ano.


Os aliados da mandatária têm se reunido desde o início da semana para chegar a um consenso. Um nome que tem a preferência de boa parte do entorno da presidente é o de Sylvio Capanema, que hoje é o presidente do Conselho Deliberativo. Patricia, porém, ainda não se manifestou sobre essa hipótese.


A indicação de Capanema, caso seja aceita pela presidente, abre precedente para que Leonardo Ribeiro, presidente do Conselho Fiscal, dispute o pleito para o Deliberativo. Essa eleição, por sua vez, acontecerá apenas após a escolha do presidente do Flamengo para o triênio 2013-2015.

O atual vice geral do Flamengo é Hélio Ferraz. Apesar de não ter se manifestado, Helinho não deverá apoiar a presidente.


A dúvida de Patricia quanto à candidatura persistiu durante todo o mês, quando a mandatária ficou exposta em função de problemas enfrentados na administração do clube e devido também à campanha pífia do time de futebol na temporada e por causa dos ataques constantes dos opositores no clube.


Além de Patricia Amorim, outros sete candidatos deverão participar do pleito: Ronaldo Gomlevsky, Jorge Rodrigues, Lysias Itapicuru, Wallim Vasconcellos, Delair Dumbrosck, Marcos Braz e Maurício Rodrigues.

Candidatura de vice não foi bem vista

Cotado para disputar a eleição caso Patricia Amorim desistisse, o vice de patrimônio Alexandre Wrobel desagradou a mandatária e parte do staff dela, quando declarou que, caso fosse participar da eleição, seria um candidato do Flamengo e não da situação.


Por sua vez, algumas pessoas da atual gestão (caso do vice Hélio Ferraz) eram simpáticas com a ideia de Wrobel disputar o pleito.


De algumas semanas até o momento, porém, essa possibilidade foi esvaziada em função da escolha de Patricia. Wrobel, na época, estava propenso a encarar o desafio, apesar de nunca ter confirmado que participaria.

fonte link



siga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário