Translate

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Conselho Fiscal do Fla aponta fragilidades na proposta da Adidas

Poder do clube fará parecer em conjunto com novo departamento de marketing, e João Henrique Areias afirma que avaliação geral é positiva


Por Vicente SedaRio de Janeiro

O Conselho Fiscal do Flamengo, em reunião na noite desta terça-feira, analisou a proposta da Adidas para fornecimento de material esportivo para o clube nos próximos dez anos. João Henrique Areias, que integra o departamento de marketing da nova gestão, foi chamado para o encontro que evidenciou fragilidades na proposta da empresa. De acordo com o presidente do poder, Leonardo Ribeiro, há pressão da opinião pública para aprovação imediata da parceria, mas "só estão vendo o navio acima d'água, quando embaixo o casco está todo furado".

Segundo Ribeiro, haverá várias reuniões para que o Conselho Fiscal emita o seu parecer ao Deliberativo em conjunto com o novo departamento de marketing do Flamengo. Ele enumerou os pontos que considera precisar de negociação. A proposta da Adidas é de contrato por 10 anos, com R$ 35 milhões por ano para o clube.

- Eles colocam dentro do contrato todos os direitos de licenciamento, isso é ruim. Temos uma receita aí e tem de compensar isso. O contrato também restringe as propriedades para patrocínio no uniforme, eles vão suprimindo ao longo do contrato, então tem de ter uma compensação. Outra coisa é o comércio na internet também, que passa a ser deles durante dez anos. Ou seja, colocam no contrato vários ativos que aos poucos vai se percebendo que R$ 35 milhões não é tanto assim, tem de renegociar. Vamos pedir prazo para os conselheiros e a nova diretoria analisarem disse Leonardo Ribeiro.

João Henrique Areias, ainda sem cargo definido no novo departamento de marketing encabeçado pelo presidente da Sky, Luís Eduardo Baptista, afirmou que não pode entrar em detalhes sobre o contrato, mas confirmou que trabalhará em conjunto com o Conselho Fiscal, que só terá a sua eleição em março.

- No geral, não foi negativo, não. Todos acham que é um bom contrato que deve ser aperfeiçoado, mas é uma parceria boa para o Flamengo. É normal ter pontos questionáveis. É importante que o Flamengo tenha o seu modelo e discuta com a Adidas. Acho que a tendência é firmar a parceria. Não vou falar muito, porque, em meio de negociação, falar muito não é bom.

Sobre a aproximação do Conselho Fiscal com os membros da nova gestão, visto que o presidente do poder é aliado de Patrícia Amorim, Areias comentou:

- Esse parecer vai ser feito com o novo departamento de marketing, claro. O Flamengo está em transição. Como somos nós que vamos operar o contrato, nada mais natural que eles abram todos os dados para que a gente possa contribuir para o parecer. O Conselho Fiscal tem por finalidade fiscalizar todos os contratos do clube e fazer um parecer para assessorar o Deliberativo.


fonte link


siga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário