Translate

sábado, 19 de janeiro de 2013

Flamengo estreia com vitória no batismo do Quissamã: 2 a 0




Rubro-Negro conta com dois gols de Hernane e alcança a vitória no primeiro jogo da história do adversário na Série A


Por GLOBOESPORTE.COMRio de Janeiro




O Flamengo estreou com vitória no Campeonato Carioca de 2013. Na tarde deste sábado, no Engenhão, batizou o Quissamã com triunfo de 2 a 0. Foi o primeiro jogo da história do adversário rubro-negro na elite estadual. Hernane, candidato a substituir Vagner Love, marcou os dois gol no Engenhão.

Sem boa parte dos titulares e ainda órfão de jogadores recém-contratados, como Elias e João Paulo, o Flamengo teve rendimento mediano. Foi mal no primeiro tempo e cresceu na etapa final, mas não conseguiu um placar mais elástico. Teve controle quase absoluto sobre o adversário, muito tímido na partida.

Hernane comemora gol do Flamengo contra o Quissamã (Foto: André Portugal / Vipcomm)

O Rubro-Negro volta a campo na quarta-feira, às 17h, fora de casa, contra o Madureira. O Quissamã, no mesmo dia, recebe o Resende.

O Flamengo esteve longe de jogar bem no primeiro tempo. Mas fez o suficiente para largar com vantagem. E graças a uma jogada de bola parada. Cedo, logo com três minutos, Rodolfo bateu escanteio da esquerda e viu Hernane subir alto, acima da zaga, entre dois marcadores, e martelar de cabeça. Foi quase um chute com a testa: forte, certeiro.

O gol influenciou no clima da etapa. O Flamengo, dominador, se permitiu o luxo de não ter pressa. Com três jogadores por vezes exageradamente isolados na frente (Nixon, Hernane e Rafinha), acabou mais girando em campo do que criando novas oportunidades. Poderia ter ampliado em apenas dois momentos: um chute fraco de Nixon e uma investidade de Hernane pela esquerda, em lance afastado pela zaga. Sorte rubro-negra que a contrapartida do Quissamã foi quase nula. No único esboço de chance do oponente do Fla, Ramon apareceu bem para cortar.

Mais um de Hernane

Melhorou muito o desempenho do Flamengo no segundo tempo. Em dez minutos, o time de Dorival Júnior produziu mais do que em toda a etapa anterior. Foi por detalhes que o segundo gol não saiu já na largada do período. Sucederam-se chances, e as melhores resultaram em toque para fora de Hernane, encobrindo o goleiro, e em chute na trave de Nixon, após passe matemático de Ibson.

Com o passar do tempo, o Quissamã conseguiu reduzir a pressão flamenguista. Os rubro-negros seguiram superiores, mas com chegadas mais esporádicas ao ataque. Dorival resolveu testar Romário na equipe e chamou Luiz Antônio para dar solidez ao meio-campo. A entrada do primeiro foi decisiva. Ele apareceu bem na direita e mandou na cabeça de Hernane, decisivo: 2 a 0.

Antes do fim do jogo, o lateral-esquerdo Ramon, muito mal na partida, conseguiu ser expulso ao levar o segundo amarelo. Ele estava pendurado desde os 17 minutos do primeiro tempo.


Fonte link



 siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário