Translate

domingo, 3 de março de 2013

Zico eterno: o passo a passo da criação da estátua do Galinho




Em fotos, escultor Edu Santos mostra o processo de produção da peça que homenageia o camisa 10 e está exposta na Gávea


Por Richard SouzaRio de Janeiro





Da criação ao acabamento, foram necessários 45 dias de trabalho. Quinze dias a menos do que o considerado ideal. A urgência não comprometeu, e o resultado agradou. Inaugurada neste sábado (veja vídeo ao lado), a estátua de Zico agora é a principal atração da Gávea. Eternizado, o maior ídolo do Flamengo tem sua imagem exposta no hall de entrada da sede do clube. Cerca de 500 pessoas foram ao lançamento e festejaram o camisa 10, que completa 60 anos neste domingo.

Clique e veja a galeria de fotos com o processo de criação da estátua

O autor da peça é o escultor rubro-negro Edu Santos, que reproduziu a estátua com base em uma foto escolhida por Zico. A imagem foi tirada na comemoração do seu gol no empate de 3 a 3 entre Flamengo e Botafogo, dia 7 de maio de 1989, pela Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. O Galinho marcou de falta para abrir o placar no Maracanã com um chute forte, no ângulo esquerdo de Ricardo Cruz. Depois, corre com os braços abertos, seguido pelo lateral-esquerdo Leonardo. A imagem também ilustra o cartaz do filme "Zico", lançado em 2002 e que conta a vida do craque, interpretado pelo ator Claudio Fontana.


- No caso da estátua do Zico, enfrentamos um desafio. Eu tive apenas 18 dias para criar o modelo, a foto escolhida era de extrema dificuldade, por se tratar de uma expressão fisionômica atípica para a confecção de uma estátua, um trabalho desafiador. A fundição também foi de extrema competência, pois uma obra de tamanho natural leva de 30 a 40 dias para se efetuar todo processo. Optei por uma modelagem figurativa moderna. A fundição foi realizada no processo de moldagem em areia e uma parte em cera perdida. O tempo total do processo foi de 45 dias - explicou o escultor.

Depois da aprovação do modelo, foram cinco etapas até a conclusão: elaboração de moldes, réplica em cera, fundição, acabamento e finalização da pátina. A estátua é feita de bronze e tem 1,72m, altura de Zico em 1989. A peça pesa 160 kg. O Galinho pesava 72 kg na época.

A estátua na Gávea é a quarta erguida para o ex-jogador. As duas primeiras foram feitas pelo Kashima Antlers, do Japão, onde Zico atuou nos anos 90, quando foi o grande responsável pelo impulso do futebol japonês. Uma escultura está em frente ao estádio do clube. A outra fica no minimuseu Zico inaugurado na praça interna do shopping de Kashima.

Em 2009, o Galinho ganhou também uma homenagem no Maracanã, estádio do qual o eterno camisa 10 rubro-negro é o maior artilheiro, com 333 gols marcados. Um ano antes, a torcida do Flamengo chegou a fazer uma estátua de isopor para Zico com a "taça das bolinhas", de 1987.

Em entrevista coletiva após a festa dos seus 60 anos, Zico disse que a estátua da Gávea tem peso especial para ele e agradeceu por receber a homenagem em vida.

- É a mais especial, lógico. Não que eu esperasse por isso, mas é especial, considero até a que tem no Maracanã a parte do Flamengo. Se não fosse o Flamengo, não estaria lá. Ali está a marca do Flamengo. O torcedor sente isso quando vai ao Maracanã. O Maracanã tem uma identificação direta comigo. Já estava mais do que feliz com isso. Mas a do Flamengo é diferente de todas as outras. Quero agradecer ao Eduardo (Santos). Tenho uma foto que gosto muito, da comemoração de um gol contra um time que eu gostava de vencer, que é o Botafogo. Traduz minha emoção, minha alegria. Parabéns ao Eduardo, obrigado por ele ter transformado em realidade o que estava imaginando. Está aprovada.


Fonte Link


Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário