Translate

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Dorival Junior é o novo técnico do Flamengo

Dorival Júnior acerta com Flamengo
Depois de se reunir com diretor de futebol, treinador acerta detalhes, assume vaga deixada por Joel Santana. Estreia seria neste domingo

Agora, é oficial. Depois de uma longa reunião com o diretor de futebol do Flamengo, Zinho, na tarde desta quarta-feira, Dorival Júnior é o novo técnico do Flamengo. Ele assinará contrato até o fim de 2013 e chega com sua comissão composta por dois auxiliares (Lucas Silvestre e Ivan Izzo) e um preparador físico (Celso de Rezende). Ele estará no Engenhão para o jogo com a Portuguesa, nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), mas deve assistir à partida em uma das cabines do estádio. A princípio, o time deve ser comandado pelo interino Jaime de Almeida.

Dorival chega para ocupar a vaga deixada por Joel Santana, demitido na última segunda-feira, depois da derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro. A estreia do novo treinador deve acontecer contra o São Paulo, domingo, no Morumbi.

Dorival Júnior foi demitido pelo Inter na última sexta-feira, depois da derrota por 3 a 1 para o Atlético-MG, em Belo Horizonte. Contratado em agosto de 2011, treinou o time gaúcho em 63 partidas, com 33 vitórias, 12 derrotas e 18 empates e 61,9% de aproveitamento. Conquistou o título da Recopa Sul-Americana e o Gauchão deste ano. Não resistiu, porém, ao fraco desempenho durante a atual temporada. Na Libertadores, o Inter se classificou para a segunda fase como pior segundo colocado.

O técnico deixou o time na oitava colocação no Brasileirão, com 16 pontos. Foram quatro vitórias, quatro empates e duas derrotas. A direção entendeu que a campanha poderia ser melhor no nacional, mesmo com todos os desfalques, como Oscar e Leandro Damião – cedidos para a Seleção que disputa os Jogos Olímpicos de Londres.

Antes do Colorado, o treinador trabalhou no Atlético-MG. Chegou ao clube no fim de setembro de 2010. Naquele momento, faltavam 14 rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, e o Galo estava na zona de rebaixamento. Com um aproveitamento de 57% dos pontos, Dorival teve sete vitórias, três empates e quatro derrotas, números que livraram o time da degola e ainda deram vaga na Copa Sul-Americana da temporada seguinte.

Em 2011, no entanto, o desempenho caiu. O Galo foi eliminado na Copa do Brasil pelo Grêmio Prudente (atual Grêmio Barueri) e perdeu a final do Mineiro para o rival Cruzeiro. No total, comandou o Atlético-MG em 50 jogos, com 25 vitórias, dez empates e 15 derrotas.

Dorival também conduziu o Santos na conquista do Paulistão e da Copa do Brasil de 2010. O treinador deixou o clube depois de um desentendimento com o atacante Neymar. Em 2009, o treinador ajudou a reconduzir o Vasco à elite do Brasileiro com a conquista da Série B.

Fonte: Globo Esporte.com

Postar um comentário