Translate

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Marcio Braga tenta derrubar Patricia Amorim




A presidente Patricia Amorim levou um duro golpe. Talvez o mais forte desde que assumiu o Flamengo. Seu maior opositor, o ex-presidente Marcio Braga, vai entrar nesta quinta-feira com pedido de afastamento dela do clube por administração temerária. Se não conseguir derrubá-la, a intenção é pelo menos impedí-la de tentar a reeleição em dezembro.


- É uma resposta ao que sempre me cobram nas ruas. Já não posso mais caminhar, ir a lugar nenhum que é porteiro, taxista me perguntando o que vou fazer. A única coisa que posso fazer nesse momento é isso - disse Márcio.



A comissão de inquérito tem de avaliar o pedido em 30 dias - prorrogáveis por outros 30 dias. O ex-presidente também ficou possesso com o fato de o Rubro-Negro ter de pagar dívidas milionárias a técnicos, o que ocorreu nos casos de Vanderlei Luxemburgo e Joel Santana.


- Na minha época, o contrato com técnico era feito com base na C.L.T. Ninguém faz mais isso de multa, só o Flamengo. Pagar R$ 2 milhões para um técnico (Joel) é absurdo - completou.


BATE-BOLA: Marcio Braga


O que há de tão errado no contrato do Ronaldinho?

Estava no contrato: se o Flamengo deixasse de pagar duas prestações, ainda que não sequenciais, venceria o contrato como um todo. Teria de pagar o contrato inteiro em até dez dias. Multiplique o salário mensal de Ronaldinho pelos 48 meses de contrato e veja quanto daria? É um absurdo! E teria de pagar esse valor em até 10 dias. Se não pagasse, ainda seria aplicada uma multa de mais R$ 5 milhões.


A dívida com o Romário também lhe incomoda...

Nós estávamos pagando a dívida com o Romário, atrelando-a ao contrato com a Globo. Eles deixaram de pagar dois meses e ela passou a corresponder o contrato como um todo. Assim, a dívida cresceu para R$ 48 milhões.


Contrato de Ronaldinho tirou o sono do ex-presidente


A gota d'água para Márcio Braga tomar a drástica atitude se deu quando ele teve acesso ao contrato assinado pelo Flamengo com Ronaldinho Gaúcho, agora no Atlético-MG.


- Caí na bobagem de ler o contrato do Ronaldinho por volta das nove da noite em casa. Perdi o sono e só conseguir dormir três horas da manhã, tomando remédio, tamanho o absurdo que era - disparou.


Um novo acordo com Romário também o deixou louco:


- No meu mandato, o pagamento ao Romário era atrelado ao contrato de transmissão da Globo. Faltava pouco para quitarmos a dívida. Aí o Flamengo dela deixou de pagar duas parcelas e acabou obrigado a assumir o contrato inteiro. A dívida pulou para R$ 48 milhões. O que é mais absurdo: isso ou ela ir para Londres (risos)?


Fonte: Lancenet
Postar um comentário